Kaguya-sama: Love is War S2 #12 — Impressões finais

Então chegamos ao episódio final dessa ótima season de Kaguya. Com uma primeira parte de episódio bem feels e uma esquete muito engraçada, a temporada encerrou suas atividades com maestria.

Quem diria que a Kaguya ficaria tão sentida por causa de um celular, hein? O que eu mais gostei nessa primeira sequência foi a indução ao passado dela, ponto que é abordado mais à frente (quem sabe aí numa futura 3ª temporada). Tinha um grande vazio ali que foi preenchido por aqueles simples momentos capturados por um celular ainda mais simplório. O conselho estudantil acresceu bastante na vida da Shinomiya, e isso é um fato.

Aquela cena bonita! ~

É interessante ver o contraste logo quando ela sai com a Hayasaka para comprar um celular mais moderno e aqui a mensagem é clara, não é o valor monetário da coisa, é o valor sentimental que ela tem e está aí uma boa humanizada na personagem.

A jogada da direção em deixar tudo bastante melancólico e escuro durante o momento da perda também forneceu uma imersão maior no drama; além de enriquecer ainda mais o momento no qual a Kaguya recebe as fotos no LINE e aparentemente uma “nova luz” chega à sua vida.

Eu já ouvi por alto sobre o passado da Kaguya, mas ainda não li sobre. Pelo o que me falaram, ele é bastante profuso também, não sei se tanto quanto o do Ishigami, mas ainda sim dispõe de um certo peso sentimental. Ela já era uma boa personagem na season 1, mas na season 2 a Kaguya ganhou um boost de carisma e presença sem igual, o que de fato me fez gostar ainda mais dessa personagem. A Kaguya da segunda temporada está em outro patamar.

Realmente! ~

Por mais que grande parte do episódio tenha sido focado no significado que o conselho tinha para a Kaguya, também tivemos os nossos amados momentos cômicos. O diretor da escola tirando as fotos logo no início, o Ishigami de cabelo arrumado, o título da última esquete… todos pontos que deixaram o clima mais descontraído.

A propósito, não é de hoje que a obra fornece alguns títulos de esquete bem peculiares. Lá na primeira temporada tivemos o famigerado “Ai Hayasaka wants to get soaked” que na tradução BR ficou “Ai Hayasaka quer ficar molhadinha”, óbvio que uma zoeira do tradutor, já que get soaked na real é ficar ensopada (tudo bem, tem o mesmo sentido, vai). Agora, nesse episódio em específico, a tirada foi com “Chika quer bombear”, o que de fato fica ainda mais “errado” quando olhamos para isso em inglês: “Chika Fujiwara wants to make it swell”; algo como “Chika quer fazer isso inchar” (aquela carinha).

Isso explica um pouco daquela reação negativa do Yu e do Miyuki quando eles descobriram que ela se referia ao balão, cena hilária.

A propósito todo esse joguinho descontraído quebrou aquele clima pesado que estava instaurado desde os últimos episódios. Foi uma boa sacada encerrar as atividades com uma vibe mais alegre e mais enérgica, uma boa escolha de esquete para isso.

Em linhas gerais, foi um encerramento digno para uma temporada que, na minha opinião, foi bem superior a sua antecessora e eu já vou falar mais disso na rápida resenha que farei a seguir.

Mas antes, gostaria de anunciar que Chika Fujiwara leva o Scudetto dessa semana. A participação dela na última esquete foi fortemente engraçada e proporcionou de fato boas risadas depois de um momento bastante melancólico.

Imagem comemorativa da Chika! ~

Não foi o suficiente para Fujiwara, que apesar de ter levado mais Scudettos na season 1, nessa, ficou atrás da Shinomiya, que já era campeã a duas rodadas atrás.

Ranking final de Scudettos da S2

Personagem Scudettos
1. Kaguya Shinomiya 4 🏆🏆🏆🏆
2. Yu Ishigami 2 🏆🏆
Chika Fujiwara 2 🏆🏆
3. Miyuki Shirogane 1 🏆
Ai Hayasaka 1 🏆
Papa Shirogane 1 🏆
Ninguém segurou! Parabéns, Kaguya! ❤❣ ~

Rápida resenha sobre a temporada no geral

A primeira temporada já tinha agradado bastante, principalmente nos quesitos visuais, mas Kaguya-sama tinha muito mais a oferecer do que somente comédia e a segunda temporada comprovou isso com sobras.

O romance entre a Kaguya e o Shirogane avançou a passos largos e quem criticava esse aspecto na season 1, provavelmente, ficou surpreso com o que viu. Os personagens, já amados, como a besta enjaulada Ishigami, ganharam ainda mais relevância com ótimos backgrounds que bateriam de frente até mesmo com bons animes de drama. A história cresceu ao passo que meu gosto por essa obra foi na mesma proporção.

Evoluíram muito! ~

Em aspectos técnicos, a staff do Hatakeyama, por mais uma vez, está de parabéns. Schedule de respeito, produção adiantada, tanto que mal foi afetada pela crise do COVID-19. Além disso, é nítido o amor que a staff dispõe por essa obra e você observa isso nas referências, nos detalhes de cada cena e, principalmente, na alta receptividade do público que, com toda certeza, é o setor mais privilegiado por um trabalho tão competente.

A toda equipe de Kaguya-sama, o meu mais humilde “obrigado”, vocês fizeram um ótimo trabalho.

E vocês, o que acharam desse episódio final e dessa temporada no geral?

Extra

A todos os leitores, o meu mais humilde obrigado pelos comentários e pelo o apoio. Falar de Kaguya é algo que eu aprecio bastante, obrigado pelas 12 semanas de companhia. No verão estarei de volta comentando sobre Oregairu 3. Enquanto não chegamos a estreia de Hachiman e cia, vocês podem me acompanhar no Twitter para assuntos aleatórios sobre animes.

Breno Santos. \o ~

Breno Santos

Estudante, 21 anos, amante de astronomia, café e cultura otaku no geral; além disso, é fascinado por cinema e pelo trabalho executado por uma staff de animação.