Oregairu S3 #07 — Impressões semanais

Sim! Minhas preces foram atendidas e as reuniões divertidas apareceram nessa 3ª temporada.

🎵 ~ Um show de character acting! ~

De fato, a parte do Hachiman mandando o rap com o outro cara foi muito “vergonha alheia”, mas não deixou de ser igualmente engraçada. Vi que ficou bem dividida a opinião sobre isso. Particularmente, eu gostei, pois me pegou totalmente de surpresa e deu uma quebrada naquele clima dramático que vinha arrastando-se desde o final da season passada. A propósito, foi uma sequência cheia de bons character actings.

Além disso, a volta da Kaori Orimoto alegrou bastante o meu dia. Sim, sim, cá estamos nós novamente. Se você é um leitor meu antigo, deve conhecer meu gosto inexplicável por personagens que não têm relevância alguma (tipo a Kashiwagi em Kaguya). Por mais que muita gente ache a Kaori uma chata por ficar falando それある “sore aru” e それわかる “sore wakaru” toda hora, eu me divirto bastante com ela.

As interações do Hachiman com ela são divertidas e quem diria que o jogo virou, não é? O rejeitado passou a rejeitar. É isso aí, Kaori, o mundo dá voltas (menos para quem acredita que a Terra é plana).

Sore aru! ~

Sobre essa equipe do Hachiman, não poderia ser mais engraçada. Eu achei que os caras que o Zaimakusa arrumou seriam excêntricos como ele, mas até que são “pessoas normais”. Apesar de ser um grupo de última hora, eles estão com uma interação bastante interessante, o que deixa o clima ainda mais leve (pelo menos por hora).

O que eu gostaria de destacar aqui é o crescimento do Hachiman como ser humano. Se pegarmos o Hikigaya do episódio 1 da S1, que fez a carta falando que a juventude é uma merda, ele nunca faria um pedido daqueles para pessoas que ele nem conhece. Na realidade, ele estaria pouco importando-se com a Yukinoshita e seus problemas. Todavia, esse é um outro Hachiman, alguém que cresceu socialmente e isso é muito bacana de se ver.

Ainda sobre esses caras, eu achei engraçado o ponto de vista deles sobre a Iroha. As definições passadas por eles mostram que a Iroha perto do Hachiman é uma pessoa diferente. Isso tinha ficado nas entrelinhas lá na S2 quando eles se conheceram, mas foi ficando bem de escanteio. Bacana ser relembrado agora.

Por fim, o mais importante do episódio foi a “reconciliação” entre Yukino e Yui (?). Foi curioso o que aconteceu. Primeiro foi uma declaração de “guerra”, e, segundos depois, a Yui pareceu finalmente ter desistido e preservado a amizade. Achei bacana da parte dela e a atitude dela foi bem humana também… afinal, quem nunca declarou algo por impulso e, segundos depois, mais consciente, tomou propriedade do problema e decidiu arrumá-lo? Pois é. Com isso, na minha concepção, Yui Yuigahama finalmente se livra desse “fardo” que é estar apaixonada por alguém que só tem olhos para outra pessoa.

Foi bonita a cena! ~

Segue em frente, Yui. ~

Em linhas gerais, gostei muito do clima descontraído do episódio. Decerto, teve pouca relevância para a história em si, mas quebrar um pouco do drama, na minha concepção, revigora o telespectador para o último ato que está por vir.

E você, caro leitor, o que achou desse episódio de Oregairu?

Breno Santos

Editor, Filmmaker, 22 anos, amante de astronomia, café e cultura otaku no geral; além disso, é fascinado por cinema e pelo trabalho executado por uma staff de animação.