DanMachi II #07 – Impressões Semanais

“Prendam, segurem, agarrem, capturem. Peguem o pombo o Bell agora!”

A nostálgica abertura da “Esquadrilha Abutre” representa bem a intenção dos deuses desse anime.

Peguem o Beru-kun!

“Ow shit, here we go again!”

Eis o meme que diz muito sobre a vida do Bell, sempre perseguido, basicamente, o “pombo” dos animes ou seria o papa-léguas? (bibi). Deixando as brincadeiras de lado, tivemos um episódio de pouca ação, mas com muitas informações. 

Uma coisa é certa: senso? Só a Lili teve durante esse episódio. A colocação dela, apesar de “boba”, faz muito sentido, afinal, o pessoal da família Hestia acabou de sair de um “War Game”, logo, causar outro embate em Orario seria realmente problemático. 

Se a situação fosse somente tirar a Haruhime da família Ishtar, eu até seguiria em concordância plena com a Lilisuke, emendar duas guerras é pedir por amontoado de problemas; ainda mais quando você a causa, entretanto, quando o outro lado age para pegar algo do seu, aí é outra história. 

E isso foi uma boa jogada do autor de DanMachi. Fazer duas guerras entre famílias de forma seguida é um pouco arriscado, pelo menos para mim, afinal, repetição de acontecimentos não é um dos meus recursos favoritos de roteiro; mas a forma que ele arrumou para que houvesse a necessidade do pessoal da Hestia entrar nessa briga, foi digna de nota. 

Apesar de ser o mesmo do mesmo – mais um deus querendo o corpo do Bell – aquele núcleo das amazonas é interessante, pois a Ishtar não é uma histérica, é uma mente pensante, e eu aprecio bastante isso. 

Ela dispõe dos motivos dela, atingir a Freya para provocar uma guerra, o ritual com a tal pedra da morte, enfim, independentemente da razão para querer esse embate, já achei mais interessante o plot dela do que o do Apollo em si, que apenas queria o Bell por luxúria, se assim podemos dizer. 

Mas é como eu disse, todo o núcleo das amazonas é interessante, principalmente, com o tal incidente que a Eina-san citou em uma conversa com o Bell. Pelo que deu a entender, a família Ishtar é uma “mina” de membros fortes que poderiam causar problemas facilmente se quisessem.

Tanto que a brutamontes lá quase derrotou a Aiz.

Contudo, a Aisha é quem mais me chama atenção meio a todas as amazonas, pois julgo que essa proximidade dela com a Haruhime vai acabar sendo um dos alicerces para ela “virar a casaca” nesse embate. Posso estar enganado, mas acho que cedo ou tarde ela vai ajudar o grupo do Bell (beneficiando a Haruhime, por tabela). 

Mencionei sobre a Eina-san mais acima, e um detalhe não tão importante, mas que eu acho legal, é o fato dela ser dublada pela Haruka Tomatsu e o Bell ser dublado pelo Yoshitsugu Matsuoka. A Haruka também faz a voz da Asuna Yuuki e o Matsuoka a do Kirito. Aquela “repreendida” que a Eina dá no Bell foi muito engraçada, pois acabei lembrando de SAO e do quanto a Asuna adorava “ameaçar” o Kirito com uma faca rosa. 

Só faltou a faquinha rosa haha xD

A propósito, já que eu mencionei o Matsuoka, esse cara é um dos seiyuus mais requisitados do Japão, sério, comecem a reparar, ele dá a voz a diversos personagens conhecidos, o que acaba dando uma cota de aparição para ele muito grande.

Na atual temporada mesmo, além do Bell, ele também está fazendo a voz do Inosuke (Demon Slayer). Temporada que vem ele aparece de novo em dois animes, mais uma vez, performando o Kirito em SAO e o Souma em Shokugeki.  

Além desses, ele dá a voz ainda para o Fuutarou (5-toubun no Hanayome), Sora (No Game No Life) e por aí vai.

Centrando novamente no anime, a apresentação do passado da Haruhime foi igualmente interessante, basicamente, um “gancho” para que o público também vá na “onda” do Bell de: “temos que salvar essa menina”.

O que mais me gera expectativas é, certamente, saber os motivos de alguém tão importante quanto a Haruhime ter ido parar nessa situação. Por mais que a Mikoto tenha explicado por alto, ainda acho que há mais pontos nessa história.  

Aquela Ojou-sama que todos querem proteger!

Em síntese, o arco vem com um passing bem mais calmo em relação ao anterior e o que os telespectadores têm para tirar desses episódios são informações e alguns momentos cômicos. Acredito no potencial de tal, e agora é aguardar por mais momentos de agitação. 

Extras: 

Na verdade, eles foram jogar Quadribol depois disso hahaha.

Syr-san deu medo nessa parte, só faltou o olhar yandere kkkkk

Temos que confessar que ela era ainda mais fofa xD

Breno Santos

Estudante, 21 anos, amante de astronomia, café e cultura otaku no geral; além disso, é fascinado por cinema e pelo trabalho executado por uma staff de animação.