Carole & Tuesday #10 – Impressões Semanais

Semifinais e um clima completamente estranho entre Tuesday e Cybelle, em linhas gerais, não há muito para ser dito sobre esse último episódio, mas vamos frisar os momentos mais importantes. 

Não pode ser, é ele!

Música, performances, e mais músicas, resumidamente, foi isso a maior parte do tempo. Não é ruim, afinal, estão cobrindo toda a competição e isso é muito legal só deixa o redator sem ter o que falar. Sobretudo, queria chamar à atenção novamente para GGK e seus tons psicodélicos; que apresentação legal! Entretanto, ela estava competindo com a Angie, que mais uma vez arrasou, também pudera, as estratégias do Levi Tao estão mostrando uma efetividade grande. 

O que é interessante notar é a percepção de Tao, que sabia o resultado da “batalha” se a Angie fosse com a outra música; provavelmente ela iria perder. É o tipo de personagem que eu gosto e que sempre está dois passos à frente de seus “inimigos”. 

E os pontos cômicos estiveram presentes (como sempre), Gus e Dahlia voltaram a protagonizar as cenas mais engraçadas, e parece que a direção ressuscitou o Roddy no meio desses dois. Na análise passada, eu cheguei a “alfinetar”, pois o Roddy estava meio sumido, e completei dizendo que ele poderia ser algo a mais na comédia se estivesse ali. Bom, ele voltou, e foi exatamente como pensei, um ótimo complemento. 

Assim como o Koutarou de Zombieland Saga Ertegun, que volta como jurado… como um cara narcisista desse pode avaliar as coisas? Eu realmente não sei, mas a participação dele foi divertida também. 

SOU LINDOO!! ~

O Pyotr, vulgo “vlogueirinho”, também tem um forte apelo cômico, e até mesmo a interação dele com a Tues: “olha, uma Tuesday selvagem!” – conseguiu ser divertida. A apresentação dele foi um show de rotoscopia, mais uma vez, a staff na parte de animação vem mostrando um ótimo trabalho. 

Pooow!!! ~

Contudo, ela, a Nazaré Tedesco do anime, voltou (do nada) para arquitetar seus planos malignos ao estilo Malhação deixando a dupla de protagonistas fora de ação (ao que parece). Doug e companhia (como estávamos comentando), ela aprontou (e até cedo demais). Não faço ideia do que a Cybelle colocou naquela caixa, afinal, pode ser um gás sonífero para sequestrar a Tuesday e levar ela pra uma ponte, pode ser também como o Mr. Jacó Neto, um dos redatores do meu site, disse: uma bomba para machucar a mão da Tues e impedi-la de tocar. 

Cybelle terrorista Zzzz

Deixem suas apostas aí nos comentários, em linhas gerais, foi um episódio “morno” em sua maior parte, no qual o que deixou todos em alerta foi o cliffhanger nos últimos frames, mas como diria Nelson Mandela minha avó: os fins não justificam os meios. Entretanto, como eu julgo um episódio de transição, vou ser um pouco menos criterioso. 

Nota do Redator para o episódio: 3.5/5

Breno Santos

Estudante, 21 anos, amante de astronomia, café e cultura otaku no geral; além disso, é fascinado por cinema e pelo trabalho executado por uma staff de animação.