Sword Art Online 3 Alicization #11 e #12| Impressões Semanais

Alicization, por enquanto, está conseguindo mesclar de forma satisfatória fantasia com o conceito de realidade virtual e até ouso dizer com um pouco de base no transhumanismo.

Para quem não se familiariza com o termo, é basicamente um movimento que busca transcender a condição humana através da tecnologia, que foi ironicamente o que a Quinela fez ao mesclar seu fluchlight (alma) ao próprio sistema de Underworld.

Como Cardinal deixou claro, ela não é mais humana porque simplesmente abdicou do que lhe fazia humana em prol de uma ambição maluca de ser a única a controlar aquele mundo, ou seja, ela queria ser um deus e realmente acabou se tornando um.

Então, mantendo uma escrita consideravelmente estável, mas infelizmente, que também esta sujeita a erros. O anime continua mostrando um cenário interessante, mas que poderia ser melhor trabalhado ou aprofundado.

A louca praticamente reescreveu a própria existência, teria como permanecer humana?

As motivações de Quinela, apesar de compreensíveis, já que o ser humano realmente é uma criatura ambiciosa, e ambição não é ruim desde que seja moderada, ainda chega a ser bem superficial.

Basicamente, é o que vemos em quase todos os arcos de SAO, um vilão maluco em busca de satisfazer algum desejo distorcido internalizado nele. Ou é um psicopata como os integrantes do Caixão Risonho, ou um arrogante e ambicioso como o Sugou.

O único antagonista que realmente foge um pouco dessa estereotipagem é o pai de Yuna em Odinal Scale, Shigemura que teve suas motivações um pouco mais desenvolvidas e trabalhadas.

A narrativa, como dito nas primeiras reviews, apesar de ter momentos de ação, esta prezando por uma progressão um pouco mais lenta com finalidade em passar informações para posteriormente desenvolver um clímax maior.

No caso desses dois episódios, o foco foi inteiramente a igreja do Axioma e a Administradora do Sistema, Quinella. O que é necessário pra dá concretude e sentido a história contada.

Como suposto, a igreja criada neste mundo é basicamente uma entidade corrompida que serve aos propósitos de uma única pessoa, a pontífice e sua ordem estabelecida minuciosamente.

Isto que é um verdadeiro demônio em forma de criança

Os códigos de Tabus apesar de embasados na ética e moralidade humana, possuem como finalidade continuar perpetuando a autoridade que a Administradora possui.

Como observado no mundo de Underwold  a autoridade que um indivíduo, uma inteligência artificial ou usuário do mundo real, possuem sobre o sistema, esta ligado ao seu status, nesse caso, quanto mais ele evolui seu conhecimento relacionado a comandos e controle de objetos, ele consegue aprimorar sua autoridade sobre sua própria realidade.

Sendo hilário que, querendo ou não, Quinela conseguiu estabelecer uma sociedade sofisticada com um sistema mitológico próprio enquanto buscava manter sua soberania e status quo.

Afinal, como dito popularmente, uma mentira contada diversas vezes acaba se tornando uma verdade inquestionável, sendo assim, é meio complicado desfazer o que a Administradora fez sem causar uma quebra existencial nas próprias IA’s e revelar o fato que todo aquele mundo não é “real”.

Portanto, o maior problema a ser resolvido em Underworld pra mim é como o Kirito resolverá a questão com a Administradora sem causar danos a sociedade das IA’s, já que ele mexerá com coisas delicadas que são as crenças que dão sentido e base ao que as IA’s são ou pensam ser.

O ruim de você espalhar uma bomba dessas de qualquer forma é criar um pandemônio

Contudo, apesar disso ser interessante, o anime também acaba criando algumas inconsistências. Por exemplo, para Quinella chegar ao comando milagroso Sytem Call, algum administrador deve ter deixado isto registrado para as IA’s.

E para piorar, deixou o prompt de comando aberto para qualquer usuário acessar. Nenhum desenvolvedor faria isto em sã consciência, claramente ele restringiria determinados comandos.

Basicamente, o autor propositalmente quis possibilitar que qualquer personagem em Underword tivesse acesso a comandos de sistema de alta prioridade que só seriam acessados com contas de administrador desde que tivesse status para tal.

O problema é que mesmo tendo status, fazendo uma analogia, um jogador não teria todas os comandos ou detalhes do sistema que um Gamer Master tem e semelhantemente, um Game Master não teria os comandos e acessos de que um desenvolvedor tem.

Então, vou acreditar que para não ter esta inconsistência, que foi o funcionário antiético que vazou estes códigos de comando e deixou esta abertura para que IA’s acessassem o banco de dados do sistema.

Vou tentar acreditar que esta brecha pra acessar os arquivos do sistema e modificá-lo é dele

Sendo assim, apesar da produção estar conseguindo condensar bastante as informações da novel e passar o que é necessário para o público, alguns cortes claramente prejudicam a narrativa, já que creio que isto deve ser melhor explicado na novel.

Além disso, a forma como Kirito e Eugeo fogem da prisão, apesar de funcional, me causa um pouco de descrença. Já que por mais que o atrito entre objetos com mesma dureza acabe provocando desgaste, por terem o mesmo grau, o desgaste é mais lento do que se tivessem durezas diferentes.

Em suma, seria mais natural eles arrebentarem aquelas correntes depois de decorrido alguns dias ou até mesmo meses, do que instantaneamente  como foi demonstrado no anime, por mais que estivessem fazendo força nelas.

Além disso, não tinha nenhuma linha no anime dizendo que a prisão desativava algo nos status, então por que eles são impedidos de usar System Call desde o principio para arrebentarem as correntes com um comando do sistema?

Em suma, eles usaram na luta contra o Eldrie, o que demonstra que eles poderiam usar  comandos para manipular objeto dentro da área da Catedral,  onde também fica a prisão e a biblioteca da Cardinal.

Sério que ele usa comandos contra Eldrie, mas não usa pra quebrar as correntes?

Então, a narrativa é criativa ao descrever um cenário de luta no qual Kirito e Eugeo usam as correntes como “chicotes” para lutar contra um Integrity Knight, mas continua pecando em desenvolver algumas situações que poderiam ser melhor pensadas ou mais simples de serem resolvidas.

Além disso, do caminho das celas até o jardim, eles não encontrariam mais nenhum guarda? Realmente só havia o carcereiro, o Eldrie e o Deusolbert ( cavaleiro vermelho) no perímetro da prisão? Por mais que teoricamente seja difícil alguém vencer um Integrity Knight, é uma prisão.

Mostrar eles se esgueirando de guardas até chegar ao jardim seria mais viável do que um flash rápido deles chegando a este ponto, já que cria a sensação da prisão ser uma área “completamente vazia” que se pode penetrar ou sair de maneira fácil.

Contudo, os dois episódios são efetivos ao explicitarem que a igreja do Axioma usa algum comando do sistema para consegui manipular as memórias das IA’s, sendo obvio que a mudança de comportamento de Alice, e ela não se lembrar dos amigos, não seria algo natural.

Por mais que ela fosse forçada a se tornar uma cavaleira para a igreja, uma mudança na personalidade só seria possível realmente modificando algo na natureza da IA, ou seja, mexendo em suas lembranças e experiências pessoais como suposto pelo Kirito.

Em suma, o episódio 12 também dá a entender que estes fragmentos ou lembranças não foram completamente apagadas, mas que estes dados estão selados, sendo possível, talvez, reverter a lavagem cerebral feita em um Integrity Knight.

Agora é esperar pra ver para onde esta trama de SAO se caminhará, já que Kirito encontrou uma aliada importante contra a atual Administradora, o próprio sistema Cardinal que quer recobrar seu controle sobre Undeworld.

Nota do autor

E você, que nota daria ao episódio?

Nota dos Visitantes
[Total: 225 Média: 3.9]

#Extras

A mulher prever toda a barbaridade e não aumenta o número de guardas? >.>

Eu quero explicação pra este cabelo guia ai kkkkkk

Foi um prazer você ter aparecido minha senhora – ou teríamos presunto de kirito XD

Será que eles acham que são algum tipo de divindades? WFT

Memórias implantadas? tem como remover esta budega?

Sirlene Moraes

Apenas uma amante da cultura japonesa e apreciadora de uma boa xícara de café e livros.