Kaguya-sama: Love is War #05 – Impressões semanais

A qualidade de seu sono é diretamente proporcional com a da sua saúde, e isso é um fato. Utilizando desta verdade científica, a primeira esquete proporcionou boas risadas com a versão bishounen do Shirogane. Ele parecia aquelas visões de caleidoscópio das famigeradas heroínas de Shoujo dos anos 2000.

Shirogane bishounen version! ~

O divertido da situação foi reparar que, por mais que tenha surpreendido positivamente várias pessoas na Shuiichin, a Kaguya ficou tão chocada que começou a agir no seu modo Ice sem nem perceber, e esse foi o gancho para o acontecimento seguinte, que trouxe à tona a deusa Nagisa Kashiwagi. Foi a hora da moça pagar sua promissória de ajuda para a Shinomiya, e tanto a participação dela quanto a dos outros foi igualmente cômica.

Talvez o mais curioso tenha sido o fetiche da Kaguya pelo olhar de “bad boy” do Miyuki. Tanto que ela ficou naquele questionamento sobre o amor verdadeiro vs aparência, e nós tivemos 3 perspectivas totalmente diferentes. Enquanto a Kashiwagi não se sentia na posição de falar por não ser pura o suficiente (maldito namorado da Kashiwagi, o que anda fazendo?), a Chika agiu em sua mais pura essência, sem medir as palavras. Já a participação do Ishigami foi cirúrgica, fazendo um belo arquétipo de arauto aqui para reascender a paixão da Kaguya.

Os destaques para mim ficam para as caras e bocas da Kashiwagi e para o Ishigami conselheiro que foi uma ótima visão da besta enjaulada.

Que homem! #IshiGOD ~

A terceira esquete foi mais um service para os fãs da obra, já que resgatou os eventos do capítulo 36, enquanto as outras 3 seguiram uma linearidade (63, 64 e 66). Nesta, tivemos mais uma interação ótima de Miyuki e Chika, referenciando aquele longínquo treinamento do vôlei que, por curiosidade, também foi no episódio 5, só que da season 1. Eu volto a reiterar o que já disse em outras oportunidades, Fujiwara e Shirogane dispõem de uma sinergia ótima, acho que a amizade deles, reforçada ainda mais por essas situações, agregam muito a um material que já é bastante engraçado.

O legal é que essa esquete também fez uma ponte com o passado musical da Chika apresentado no episódio passado. A propósito, a postura dela me lembrou muito a do Terence Fletcher, personagem interpretado pelo J.K Simmons (que ganhou o Oscar por este papel) em Whiplash. Só faltou ela gritar: “não tá na p*rcaria do meu TEMPO!”. Aliás, para quem ainda não assistiu esse filme (e gosta de Jazz), vai a minha recomendação.

Traduzindo: “não está na p*rcaria do meu TEMPOOO!”, Fletcher, Chika hahaha ~

Em méritos de última esquete, vimos a Kaguya agindo no seu modo anti-heroína, e o mais valoroso da interação dela com a Miko Iino é vermos o quão uma é o oposto da outra. Se seguirmos os arquétipos de personagens propostos pelo mestre Christopher Vogler, observamos aqui o arquétipo de herói (Miko Iino) e o de sombra/camaleão (Kaguya).

O arquétipo de herói é aquele que visa valores morais, fazer o bem por todos, justiça, bla bla bla. É o famoso “vou salvar todo mundo, e não tenho motivo pra isso” — bem o que a Miko Iino se mostrou. Já a sombra é a contra-parte total do herói, pois enquanto este primeiro procura fazer o certo, o segundo age de maneiras anti-éticas (o que por grande parte das vezes agrada mais ao público). Contudo, a Kaguya também adota um arquétipo de camaleão nessa esquete, que basicamente é alguém que deixa o herói em dúvida (como deixou); Miko Iino não sabia se Kaguya estava de seu lado ou contra.

Em outras palavras, esse conflito de ideologias foi cômico, e se a Miko não tivesse proferido o nome do presidente, dificilmente ela teria dominado a situação.

Atingiu o ponto fraco, então esse é o famoso “poder que vem do nada” dos heróis? auheushauheuas

Certo, em linhas gerais, foi mais um episódio bastante engraçado e que conseguiu deixar as expectativas para a eleição da semana que vem ainda maiores. O ponto que mais me agradou foi o tempo de tela muito bem distribuído para os personagens.

E vocês, o que acharam desse episódio de Kaguya-sama?

Extra #1 (tabelinha)

Kaguya Shinomiya: na primeira esquete conseguiu derrubar o Shirogane incrivelmente bem (3 pontos); na segunda também não fez feio, derrotando a Kashiwagi (3 pontos), e na quarta, apesar de ter perdido para a Miko, tirou um concorrente às eleições antes (2 pontos).

Miyuki Shirogane: apesar de ter sido derrubado pela Kaguya, venceu a privação de sono (2 pontos de heroísmo por isso); na terceira esquete conseguiu superar seu trauma e cantou muito bem (3 pontos).

Chika Fujiwara: os conselhos diretos para a Kaguya na segunda esquete foram muito engraçados (2 pontos), mas a sua participação na terceira foi digna de medalha de ouro (4 pontos), mestre Chika Fletcher é um ícone.

Yu Ishigami: participação tímida, mas importante para a atitude desavergonhada da Kaguya na segunda esquete (3 pontos).

Miko Iino: conseguiu virar a discussão para cima da Kaguya e garantir a disputa das eleições. Apesar de ter sido beneficiada pelo acaso, merece ainda um mérito (3 pontos).

Nagisa Kashiwagi: sou sempre muito suspeito para falar dela, mas como o narrador declarou sua derrota, não posso dar pontos (sumimasen, Kashiwagi-sama).

Ai Hayasaka: passou despercebida essa semana, mas as informações dela sobre a Miko Iino foram de suma importância para a Kaguya (1 ponto).

Personagem PG C
1º – Kaguya Shinomiya 8 4
2º – Chika Fujiwara 6 4
3º – Miyuki Shirogane 5 2
4º – Yu Ishigami 3 2
– Miko Iino 3 1
5º – Ai Hayasaka 1 2
6º – Nagisa Kashiwagi 0 1
Ninguém segura! ~

Está difícil parar a Kaguya nesse início. Ela chega agora ao seu terceiro Scudetto, e já é mais do que ela conseguiu na primeira temporada. Chika e Ishigami dão uma respirada e começam a figurar no G4. Shirogane segue na parte de cima da tabela desde o início.

Extra #2 (caras e bocas da Kashiwagi)

Kashiwagiverse#1 ~
Kashiwagiverse #2 ~~
Kashiwagiverse #3 – vou ter que fazer figurinhas pro Zap disso haha ~~~

Breno Santos

Estudante, 21 anos, amante de astronomia, café e cultura otaku no geral; além disso, é fascinado por cinema e pelo trabalho executado por uma staff de animação.