Primeiras Impressões – Temporada de Outubro 2019

Atualizado: 14/10

Mini-reviews do episódio 1 de todos os animes da nova temporada.

Com o tempo serão adicionados mais reviews, conforme os animes forem estreando.

Se está em dúvida do que assistir pegue coisas com nota 3.5 para cima, que geralmente são mais seguras.

Guia em vídeos:

Guia da temporada anterior:

 

Animes da temporada anterior que continuam nessa:

  • Fire Force
  • Dr. Stone
  • Vinland Saga

Boku no Hero Academia 4ª temporada

Fonte: Mangá
Gênero: Ação, Super Poderes
Diretor: Masahiro Mukai (Tricksters, Neptunia)
Estúdio: Bones (Noragami, Full Metal Alchemist)
Estreia: 12/10
Episódios: 25
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
O anime continua a história do protagonista em uma escola de super heróis.

Mini-Review:

Marco

Nota: ?/5

Meh… Episódio filler com recap… Só começa para valer no episódio 2. Nem avaliei com nota porque dar nota para recap seria bizarro.

Granblue Fantasy 2ª temporada

Fonte: Jogo
Gênero: Aventura, Ação
Diretor: Yui Umemoto (Cardfight!! Vanguard G)
Estúdio: MAPPA (Dororo, Kakegurui)
Estreia: 04/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Continuação do anime focado nas aventuras do protagonista e seus companheiros, em busca do pai dele.

Mini-Review:

Marcelo

Nota: 3/5

Início bem ok. Sendo a segunda temporada você já tem as impressões dos personagens, então não tem muita surpesa. O episódio em si me pareceu meio perdido em certas partes, com a direção não fazendo uma boa transição entre as cenas (o bicho saíndo da terra e o Gran aparecendo, sendo que não parecia tão simples fazer isso na situação em que eles estavam anteriormente, por exemplo).

Eu não entendo muito de parte técnica para dar uma opinião se mudou muita coisa, mas no geral achei satisfatorio, com o episódio sendo movimentando e entregando um luta interessante de assistir.

Para quem gosta do jogo, ou apenas quer saber até onde a história do Gran com a Lyria vai, parece que não vai ter grandes problemas em acompanhar a temporada.

Nanatsu no Taizai 3ª temporada

Fonte: Mangá
Gênero: Ação, Aventura
Diretor: Susumu Nishizawa (Reikenzan: Eichi e no Shikaku)
Estúdio: Deen (Konosuba, Kore wa Zombie)
Estreia: 09/10
Episódios: 24
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Nova temporada do anime de aventura continuando a história.

Mini-Review:

Marco

Nota: 2/5

O QUE DIABOS É ISSO?! TROCARAM SANGUE POR FLUIDOS QUE NÃO QUERO DESCREVER!

Fora isso foi basicamente uma reintrodução que não empolga muito, e com animação meio boca, como era esperado do estúdio novo.

Psycho Pass 3ª temporada*

Fonte: Original
Gênero: Ação, Policial, Sci-fi
Diretor: Naoyoshi Shiotani (Psycho Pass)
Estúdio: Production I.G (Haikyuu)
Estreia: –/10
Episódios: 8
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Nova temporada com novos protagonistas para a série focada em um mundo distópico.

Mini-Review:

Em breve.

 

Sword Art Online 3ª temporada – Alicization – Parte 2

Fonte: Light Novel
Gênero: Ação, Aventura, Drama, Romance
Diretor: Manabu Ono (Mahouka, Asterisk War)
Estúdio: A1-Pictures (Sword Art Online, Kimi no Uso)
Estreia: 12/10
Episódios: 23
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Segunda parte da 3ª temporada. A história foca em um mundo habitado por inteligências artificiais, em que o protagonista acaba preso depois de um acidente grave.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.5/5

Episódio calminho de introdução a uma nova fase do arco, algo mais impressionante ou movimentado só no episódio 2. O clima é bem depressivo e o que acaba te instigando a continuar é querer saber quando o Kirito volta ao normal e explicações no mundo real para o que aconteceu com ele.

A reflexão se aquilo tudo valeu a pena quando Alise nota quanta gente ruim (ou ingrata) tem naquele mundo é interessante, e o final também emprega um bom gancho, te deixando curioso para o episódio 2. O mais impressionante mesmo acaba sendo a Opening, mantendo o alto nível das apresentadas na primeira temporada.

Fate Grand Order: Babylonia*

Fonte: Jogo
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
Diretor:  Toshifumi Akai (Shelter, diretor assistente de Darling in the Franxx)
Estúdio:  CloverWorks (Persona 5 the Animation, Darling in the Franxx)
Estreia: 05/10
Episódios: 24
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Adaptação da rota de mesmo nome do jogo Fate Grand Order (dizem que vai ser acessível mesmo para quem não conhece o game).

Mini-Review:

Marco

Nota: 4/5

Como introdução até que foi um bom episódio, tentando balancear explicação para quem não conhece o game e umas cenas de ação no meio para não deixar a coisa muito parada.

A Rin sem roupas é com certeza o personagem que mais chama atenção, não só pelo visual, mas pela personalidade tsundere 10000x.

No mais a produção está de primeira como prometido, desde o background a animação fluida para todo lado. Agora é ver se conseguem empolgar com a história nos episódios seguintes.

Marcelo

Nota: 4.25/5

Para quem vive nesse gacha hell há um bom tempo, confesso que o primeiro me deixou bem contante. Não esperava que fossem mostrar aquela cena do começou (não tinha no jogo), e a forma como distribuiram bem os eventos faz com que seja explicado o necessário, sem dar aquela sensação de que você tá ouvido mais do mesmo, por já saber o plot base da história.

Ishtar (A Rin pelada) é uma das minhas personagens favoritas no jogo, etnão não preciso nem dizer que já foi um episódio full fanservice. Agora é torcer para que as coisas se mantenham assim, e que o enredo possa ser desenvolvido de forma adequada.

Ps: Esse diretor tem um fetiche forte por bundas…

Kono Yuusha ga Ore Tueee Kuse ni Shinshou Sugiro*

Fonte: Light Novel
Gênero: Comédia, Ação, Aventura
Diretor:  Masayuki Sakoi (Sword Art Online Alternative, Sora no Method)
Estúdio:  White Fox (Re:Zero, Goblin Slayer)
Estreia: 02/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1 

Sinopse: 
Na história uma deusa invoca um herói para ajuda em um mundo parecido com de um jogo no ‘hard mode’. Mas embora o protagonista invocado seja completamente overpower, ele é ridiculamente precavido quanto a qualquer situação, desde comprando 3 sets de armadura de reserva a usando seu ataque mais forte para matar uma slime, só para garantir. A história acompanha as aventuras dos dois nesse mundo.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4.5/5

Embora eu colocasse alguma fé nesse, não pensei que seria tão engraçado, e muito menos que investiriam tanto em caras e bocas para a deusa, ou “Aqua loira”, se preferirem. Eu ri sem parar do começo ao fim, principalmente com a dublagem. A deusa falando “six pack” e “oh yeah” quando pegou o protagonista sem roupa foi engraçado demais.

Conseguiram introduzir a proposta sem te entediar, zuar um bando de clichês e ainda terminar com um gancho que te deixa curioso para o que vai acontecer a seguir.

Excelente estreia para quem curte comédias com aventura. E se gostou de Konosuba, é muito recomendado que dê uma olhada nesse.

Marcelo

Nota: 4.5/5

Minhas expectativas foram muito bem cumpridas. A interação dos dois personagens é ótima, e as piadas conseguem funcionar bem junto das caras e bocas que a Deusa faz.

O lado sistemático do cara parece absurdo, mas me lembro em vários momentos coisas que eu normalmente faço em RPGs por aí, tipo comprar o limite máximo de potion para não correr risco.

Para quem anda carrente de Konosuba, pode ir sem medo que certamente a obra vai funcionar.

Assassins Pride

Fonte: Light Novel
Gênero: Ação, Fantasia
Diretor: Kazuya Aiura (Citrus, My Sister, My Writter)
Estúdio:  EMT Squared (The Master of Ragnarok, Kuma Miko)
Estreia: 10/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Em um mundo onde apenas os nobres tem a capacidade de usar Mana, Kufa Vampir é contratado para ser tutor de um garota chamada Melida, mas logo descobre que ela não tem talento para usar Mana. Ele então é informado que deve trabalhar como um assassino infiltrado afim de matar Melida.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4/5

Embora com uma premissa relativamente clichê, a execução e parte técnica fizeram a coisa toda se destacar muito. O episódio começa e termina esbanjando na animação e com uma direção muito boa, desde os ângulos, transições, a utilização da trilha sonora.

Alguns vão reclamar do rush comparado ao original, mas achei viável para conseguirem criar uma estreia mais impactante. E embora a premissa seja meio clichê, o mundo é algo bastante diferente com o sistema de cidades em um candelabro. Vale a pena dar uma conferida.

Keishichou Tokushu

Fonte: Original
Gênero: Ação, Policial
Diretor: Harume Kosaka (Sailot Moon R)
Estúdio:
Estreia: 06/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

A história se passa em uma Tokyo em um mundo paralelo, onde magia, dragões e elfos existem. Nela, policiais com poderes especiais lutam contra uma organização chamada Nine, que busca o poder de antigos dragões.

Mini-Review:

Em breve.

Z/X Code Reunion*

Fonte: Jogo de cartas
Gênero: Fantasia, Escolar, Ação
Diretor: Yoshifumi Sueda (DxD 4)
Estúdio: Passione (Rokka no Yuusha, DxD 4)
Estreia: 08/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Mini-Review:

Marcelo

Nota: 3/5

Bendita seja a pronuncia de palavras americanas em japonês que não deixa minha quinta série interior descansar. Perdi as contas de quantas vezes escutei “sexo” no lugar de “Z/X”.

Comentários inuteis a parte, foi um anime padrão com aquele elenco full garotas. A história trás um conflito de diferentes mundos, e a protagonista, que tinha uma doença não muito bem explicada, acaba por fazer um pacto/aliança com uma garota com super poderes, assim caindo em um guerra entre diferentes dimensões, mesmo sem querer.

Para quem está acostumado com esse tipo de anime, como é meu caso, o elenco até que é interessante, e a história consegue se desenrolar em um confronto final que te confesse a querer abrir o episódio seguinte para saber o que aconteceu com a protagonista.

Para quem não é lá muito fã desse gênero, ao menos no primeiro episódio não parece ter nada relevante. Espaço para um trama mais densa o anime até tem, mas não parece ser o caso aqui.

Pet*

Fonte: Mangá
Gênero: Sobrenatural
Diretor: Takahiro Oomori (Baccano, Durarara)
Estúdio: Geno Studio (Golden Kamuy)
Estreia: –/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Na história existem pessoas que podem entrar nas mentes das pessoas e apagar suas memórias, algo que pode ser usado para acabar com mistérios ou até assassinatos. Mas o poder tem um preço alto, podendo destruir o coração da pessoa. Para isso são utilizados “pets”, que criam uma ligação e protegem seus companheiros enquanto esses usam seus poderes.

Mini-Review:

Em breve.

Stand My Heroes

Fonte: Jogo
Gênero: Policial, Mistério, Romance
Diretor: Yamamoto Hideyo (Code Realize)
Estúdio: M.S.C (Code Realize)
Estreia: 07/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Na história acompanhamos uma equipe da narcóticos em vários casos policiais diferentes. No caso a comandante é uma mulher cercada de vários homens bonitões (é baseado em um game para mulheres).

Mini-Review:

Marco

Nota: 2.5/5

A maioria do episódio é bem massante com apresentação de personagens e diálogos desinteressantes, só no final que anima um pouco e mesmo assim me decepcionou. Que adianta ela descer lá se fazendo de macho para no fim ser salva da mesma forma? Pode melhorar, mas foi uma estreia meio fraca.

Choujin Koukousei-tachi wa Isekai demo Yoyuu de Ikunuki you desu!

Fonte: Light Novel
Gênero: Fantasia, Aventura
Diretor: Shinsuke Yanagi (Angel’s 3Piece, Momo Kyun Sword )
Estúdio: Project No.9 (Angel’s 3Piece, Momo Kyun Sword )
Estreia: 03/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Um grupo de sete estudantes prodígios sofrem uma queda de avião, mas em meio ao acidente são teletransportados para um mundo de fantasia. Eles então percebem que o mundo para o qual foram transportados sofre com uma grande onda de corrupção por parte dos nobres.

O grupo de gênios decide se unir e suas suas grandes capacidades em diversas áreas, com economia, política, ciências, medicina, para corrigir aquele mundo.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.25/5

Esse aqui me assustou um pouco com a mistura de nonsense com coisa séria que ele fez. Admito que não gosto dessas duas formulas misturadas, já que fica difícil levar algo a sério quando o nonsense é muito grande.

Da cambada de personagens admito que só gostei do protagonista, que segue o modelo “frio e calculista” e ainda é bom de briga. O primeiro episódio não diz muito sobre o rumo da história no entanto, incluindo a OP, que mistura de coisas bobas a cenas com sangue com uma música bem bobinha atrás.

A parte técnica está bem acabada, mas como não teve nada muito exigente ainda é cedo para avaliar bem.

Em suma, um anime que me deixou confuso com o que esperar e sem grande impacto na estreia. Provavelmente só vou poder avaliar melhor com uns 3 episódios. O que tiro de bom por enquanto foi o protagonista sem frescura e um possível romance que pode vir ai.

Marcelo

Nota: 3/5

Foi uma estreia ok. O episódio introduz todo o elenco daquele jeito meio monotono e expositivo, mas não chega a ser tedioso como um todo.

O personagem que chama mais atenção acaba sendo o protagonista, já que além de agir com líder, ele foi basicamente o único que teve destaque, então não tem muito o que esperar.

Eu gosto de história que envolvem essa pegada Sim City, com os personagens trabalhando para construir um lugar melhor, então vamos ver até onde vai.

No Guns Life

Fonte: Mangá
Gênero: Policial, Mistério, Ação
Diretor: Naoyuki Itou (Overlord, Kanon, Kimi no Koe o Todoketai)
Estúdio: Madhouse (Boogiepop and Others, Overlord, One Punch)
Estreia: 10/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Sem memória de sua vida anterior – ou quem substituiu sua cabeça por uma arma gigante – Juzo Inui agora arrisca a vida nas ruas escuras da cidade como um Resolver.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.5/5

O protagonista é mais simpático do que eu esperava e o mundo consegue ter um ar único. A trama também não perde muito tempo e já cria um conflito que mantem as coisas movimentadas no episódio, com direito a uma surpresa no final. Só faltou um climax mais marcante, mas fora isso, foi boa estreia. Quem gosta de uma proposta um pouco diferente vale dar uma chance.

Mugen no Juunin: Imortal*

Fonte: Mangá
Gênero: Ação, Histórico
Diretor: Hiroshi Hamasaki (Steins;Gate, Shigurui: Death Frenzy, Orange)
Estúdio: LIDEN FILMS (Terraformars, Hanebado!)
Estreia: –/10
Episódios: 24
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

A história acompanha um ex-samurai chamado Manji, que pode curar qualquer ferida, graças a um verme raro que possuiu seu corpo. Mesmo sendo praticamente imortal, Manji carrega um grande fardo pelas mortes que causou durante seu tempo de atividade, tendo alcançado um total de 100 pessoas mortas, dentre elas, o marido de sua irmã.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3/5

Esse aqui me decepcionou um pouco. A maioria das lutas ou é meio cômica ou anti-climática. O protagonista que teoricamente era para ser um grande espadashin na verdade acaba perdendo todas as lutas, até que o inimigo se descuida por não saber que ele é imortal e ele mata o cara pelas costas… O sistema se repete mais de uma vez ao longo de 2 episódios.

Para quem gosta de muito sangue, com certeza está lá, e a animação tem fluidez até, mas o modelo de combate acaba não empolgando em nada. Fica uma sensação de “é só isso?”.  No fim fui pelas lutas e acabei só gostando mesmo da relação do protagonista e da heroína central. Vou dar mais uns episódios, mas meu hype já caiu bastante.

Phantasy Star Online 2

Fonte: Jogo
Gênero: Ação, Aventura, Sci-fi
Diretor: Masaki Tachibana (Princess Principal, The Legend of Heroes: Trails in the Sky, Tokyo Magnitude 8.0)
Estúdio: GONZO (Akiba’s Trip: The Animation, Conception)
Estreia: 07/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Phantasy Star Online 2 é a continuação direta do jogo de mesmo nome lançado em 2000. A história do jogo atualmente está no 6º episódio, e conta as aventures de um grupo de aventureiros no espaço.

Mini-Review:

Em breve.

Val x Love

Fonte: Light Novel
Gênero: Ação, Ecchi, Romance, Harém
Diretor: Takashi Naoya (Touken Ranbu: Hanamaru, Luck & Logic)
Estúdio: Hoods Entertainment (BlazBlue Alter Memory, Märchen Mädchen)
Estreia: 05/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Akutsu Takuma era um colegial solitário que vivia de forma isolada por conta de um apelido que recebeu pela sua aparência (Akuma). Em um certo dia, ele conhece um grupo de nove valquírias, denominas Saotome, recebendo então um pedido direto de Odin para ajudar a derrotar demônios que ameaçam a terra.

O que Takuma não imaginava, era que teria de viver com as nove garotas para aprofundar suas relações e deixá-las mais fortes através do amor.

Mini-Review:

Marco

Nota: 2.75/5

Admito que dei muitas risadas com o cara se jogando pela janela no começo, mas meio que foi só isso. A personalidade depressiva e anti-social do protagonista acaba deixando ele extremamente difícil de ter qualquer simpatia, por mais que tenha o lado triste da sua aparência não refletir como ele realmente é.

Como o protagonista é oco, acaba para as heroínas o papel de tentar fisgar o público, como na maioria dos ecchis. A que ganhou foco no episódio, no entanto, não cumpri bem esse papel, sendo só uma tsundere genérica que você encontra em muitos animes.

O final poderia compensar, mas a cena de ecchi seguida de ação não impressiona nem um pouco, até porque não dura nada. Lutas nesse sistema de “power up e hit kil em 5 segundosl” são tediosas e quanto antes os autores notarem isso melhor.

Em suma, nada impede que melhore com a adição da heroina de cabelo preto episódio que vem, mas a estreia ao menos não disse muita coisa. A parte técnica e direção é bem mediana também. Mas se você ama ecchis de ação com harém, essa é sua única opção viável da temporada.

Marcelo

Nota: 2.75/5

Se não fosse pelas tentativas forçadas de ecchi, que nem são boas, eu podia até ter gostado do primeiro episódio, porque deu para rir até que bem das reações a aparência do protagonista (cara caindo da janela, gente chamando a policia, nem o professor encara ele).

Mas, todo o resto é bem clichê, e não impressiona em nada. Quem sabe com a troca de garotas fique melhor, mas me parece um anime bem de nicho, só para quem realmente gosta desse tipo de gênero.

Kabukichou Sherlock

Fonte: Original
Gênero: Comédia, Mistério
Diretor: Yoshimura Ai (Ao Haru Ride)
Estúdio: Production I.G (Haikyuu)
Estreia: 11/10
Episódios: 24
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Um grupo de indivíduos, incluindo um pseudo-Sherlock holmes, investigam casos estranhos.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.5/5

Esse aqui creio que vai ser mais atrativo mesmo para quem está familiarizado com os contos de Sherlock Holmes (ou ao menos viu algum filme ou série com o personagem). Watson é o protagonista, e estamos em um mundo japonês mas que ao mesmo tempo é meio original.

Nele um serial Killer conhecido como Jack o Estripador está a solta cometendo vários crimes hediondos e um time de detetives compete para pega-lo, incluindo um Sherlock reinventado, mas que ainda segue os padrões de observação absurda do original e revolve casos as vezes só de olhar uma cena do crime.

Watson, vindo de uma escola de medicina (o original era médico também), está em busca da ajuda de Sherlock para um caso que se envolveu, e acaba envolvido no crime do episódio 1 do anime enquanto persegue o detetive de personalidade peculiar.

Em geral foi bem melhor do que eu esperava, e a interação do Watson com o Sherlock ficou divertida, principalmente no final. O sistema de resolução de caso foi alterado para Rakugo para dar um ar japonês  a coisa toa, mas continua seguindo a linha do original ao mesmo tempo.

Quem curte muito história com Sherlock Holmes vale dar uma chance a esse aqui. Vai ter 24 episódios, então a história tem um bom tempo para se desenvolver e apresentar mais personagens do mundo de Sherock Holmes, só que meio reinventados.

Babylon*

Fonte: Light Novel
Gênero: Suspense, Ficção cientifica
Diretor: Suzuki Kiyota (Psycho Pass 2)
Estúdio: Revoroot
Estreia: 07/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Um procurador se mete no meio de uma conspiração mundial envolvendo uma eleição muito importante.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4.25/5

Esse aqui surpreende bastante, embora seja meio injusto comparar aos outros que só tiveram 1 episódio para mostrar a que vieram. Foram 3 episódios direto, e ainda que o primeiro seja enfadonho, só surpreendendo no final (não desista até ver o que acontece no final!), o segundo e terceiro são muito bons, saindo do que começou como “uma investigação chata” para algo extremamente instigante.

Na verdade eu destacaria mesmo é o segundo episódio, seja quem for que dirigiu ele acabou fazendo os outros 2 episódios parecerem piores (mesmo sendo bons), de tão absurda que foi a direção do episódio 2. O diretor de episódio do 2 que deveria estar dirigindo o anime em vez do diretor geral, a mão do cara é absurda. Repare nas escolhas de storyboard e transições principalmente. Sim, o terceiro é mais impactante, mas é devido ao roteiro (o que acontece), não da direção.

A vilã da história é sensacional também, roubou a cena completamente nos momentos que apareceu, e os diálogos em geral foram algo bem alto nível, raro de ver em anime. E como isso é adaptação de uma novel única com final fechado, o anime é garantido ir do começo ao fim também.

Não é algo para todo mundo, e claramente mira o público mais velho (sem situações, personagens e diálogos comuns na maioria dos animes com foco adolescente), mas para quem curte um bom suspense ou só algo bem escrito, vale dar uma chance.

Marcelo

Nota: 4.5/5

Alguns animes mal conseguem entregar um episódio bom de estreia, e Babylon foi lá e conseguiu entregar três ótimos episódios. O primeiro por si só já funcionaria muito bem para causar um impacto e garantir uma boa estreia, mas a combinação dos dois episódios seguinte acaba sendo ainda melhor.

A maneira como o episódio desenrola o mistério e as investigações consegue ser bem interessante, mantendo sempre as coisas movimentadas para te deixar curioso. A medida em que você vai entendendo as intrigas políticas e a função dos personagens o episódio fica ainda melhor.

Logo no primeiro episódio você já tem uma situação bem inusitada acontecendo, e o segundo desenrola isso com um interrogatório muito bem estruturado em cima dos diálogos e flashback, para no final, novamente, fechar o episódio com uma cena bem interessante.

Azur Lane*

Fonte: Jogo
Gênero: Ação
Diretor: Motoki Tanaka (Grisaia, Rewrite)
Estúdio: Bibury Animation
Estreia: 03/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Garotas barco lutam entre si.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.25/5

Um clone de Kankole, esse aqui segue uma premissa muito parecida, com a diferença das garotas poderem voar ao invés de ficarem só na água, e ter coisas muito surreais, como aquele cavalo voador estilo cartoon… como se ver garotas com pedaços de navio acoplados ao corpo já fosse pouco…

A primeira metade apresentando um exército de lolis eu morri de tédio, mas a parte 2 com uma luta bem animada e bom uso de CG até que em entreteve. Tem uma Esdeath do bem nesse anime também, uma pena não ter com quem eu shippar ela…

Em suma, não impressiona nem faz feio, só não é minha praia. Mas quem ficou curioso pode valer uma olhada, já que ao menos é bem produzido.

Marcelo

Nota: 4/5

Character design desse jogo/anime é tão bonito que chega a ser até uma covardia… No geral, eu gostei do que vi. Já tinha chegado a baixar o jogo a uns tempos atrás, mas não me animei muito, e parece que acompanhar a história por anime vai ser mais fácil.

O episódio em si fica bem movimentando da metade em diante, e o clichê da garota boazinha trabalhando para os inimigos está ali para me fazer ficar curioso sobre como ela vai mudar de lado.

Para quem gosta desse tipo de anime com waifus, é uma obra que pode valer bastante a pena ficar de olho para encontrar algumas novas.

 

Watashi, Nouryoku wa Haikinchi

Fonte: Light Novel
Gênero: Fantasia, Comédia
Diretor: Masahiko Ota (YuruYuri, Himouto! Umaru-chan)
Estúdio: Project No.9 (Ro-Kyu-Bu! Ryou no Oshigoto!)
Estreia: 07/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

A história acompanha Mile, uma garota que, ao completar dez anos, sofre uma grande dor de cabeça e se lembra que morreu salvando uma garotinha. Por conta desse ato, ela é levada até Deus, onde tem direito de desejar qualquer coisa para a sua nova vida.

Ela então decide que quer ser reencarnada em uma garota com habilidades medianas para que possa passar fazer amigos e ter uma vida normal, no entanto, desejos são algo que nem sempre funcionam como os planos do usuário.

Mini-Review:

Marcelo

Nota: 3/5

Estreia mediana. Eu prefiro bem mais isekai que não se levam a sério, como é o caso desse, do que aqueles que fingem ter enredo, então acabou sendo divertidinho. As piadas em si são bem bobas, mas tem algumas brincadeiras em cima dos clichês que dá para dar algumas risadas.

O grupo de personagem não é lá muito carismático, com a protagonista sendo a mais engraçada até então. Mas, seguindo a fórmula padrão de tudo o que tem por aí, os outros acabam sendo toleráveis.

O enredo não tem muito o que se destacar. A explicação para as habilidades da protagonista é até legal, e o fato dela evitar querer chamar atenção foge daqueles personagens OP desnecessários, mas isso pode facilmente mudar, como aconteceu no final do episódio, por exemplo.

Para quem gosta de isekai e quer algo para passar o tempo, pode até valer a tentativa. Para quem quer uma comédia, ou uma obra de ação mais interessante, tem coisas melhores na temporada.

Hataage! Kemono Michi

Fonte: Mangá
Gênero: Fantasia, Comédia
Diretor: Kazuya Miura (DRAMAtical Murder)
Estúdio: ENGI (Primeiro anime do estúdio como trabalho principal)
Estreia: 02/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Na história você acompanha Genzou Shibata, um lutador mascarado apaixonado por todos os tipos de animais e criaturas. Em um certo dia Shibata é invocado para um outro mundo, sendo convidado por uma princesa para salvar o reino matando criaturas mágicas.

Contrariando as expectativas, Shibata se irrita com a proposta e acaba aplicando um suplex na princesa, abandonando seus deveres como herói e abrindo um pet shop nesse novo mundo.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.75/5

Um protagonista bem diferente nesse aqui, além de uma heroína que está longe de ser certinha (como é o padrão desse autor). Dei umas boas risadas com as quebras de padrão (a escrava que na verdade era uma trambiqueira…) e me surpreendi com a animação, mais fluida que o esperado.

Pode melhorar ainda mais com as novas heroinas que a Opening já spoilou e devem dar as caras em breve, então para quem curte uma boa comédia ou um isekai diferentão, vale uma chance.

Marcelo

Nota: 3.25/5

Confesso que só lá para metade do anime as coisas começaram a ficar divertidas para mim. A personalidade do protagonista é diferente, mas as cenas do começam não me ganharam muito, principalmente o suplex na princesa, que era algo que tinha me chamado bastante atenção na sinopse.

Passado esse periodo de introdução, o anime começou a funcionar bem melhor para mim, ainda mais quando o protagonista encontra os personagens meio-animais.

Acredito que com a adição de mais personagens o anime fica ainda melhor, então vale a pena dar uma conferida e ficar de olho em como as coisas se desenvolvem depois.

Houkago Saikoro Club*

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Escolar
Diretor: Kenichi Imaizumi (Hitman Reborn, Gokukoku no Brynhildr)
Estúdio: Liden (Juliet, Yamada-kun)
Estreia: 02/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
A história se foca em várias garotas viciadas em jogos de tabuleiro.

Mini-Review:

Marco

Nota: 2/5

Eu quase dropei essa bagaça quando a infeliz da protagonista, com 16 anos na cara, ajoelhou e começou a chorar porque tinha ido para um local que não conhecia… Não me deu pena, só raiva e desprezo mesmo.

Em suma, é apresentado o mundo dos games de tabuleiro e agora elas vão formar um clube e ficar jogando, é isso. A personalidade da garota de cabelo marrom até se destaca, mas a protagonista é um tédio. A direção está ok, mas achei a história bem sem graça.

Marcelo

Nota: 4/5

Achei bem gosto de assistir. O elenco consegue ter seu carisma e a relação com o jogo se encaixa até que bem com o emocional da protagonista, já trazendo uma certa evolução para personagem nesse primeiro episódio, com reconhecedo que riscos podem valer a pena.

O clima do anime também é bem gosto, fazendo com que o episódio passase bem tranquilamente para mim. A personalidade chorada da protagonista pode ser meio difícil de lidar, mas na minha opinião não é algo tão diferente assim do que já vi por aí, em outros animes, de outras formas.

No geral, para quem gosta de Slice of Live vale a pena dar uma conferida no anime, e ficar de olho nos próximos episódios.

Chuubyou Gekihatsu Boy*

Fonte: Light Novel
Gênero: Comédia, Música, Escolar
Diretor: Kazuya Ichikawa (Monster Strike)
Estúdio: Deen (Konosuba, Kore wa Zombie)
Estreia: 04/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
A história se foca em uma garota que acaba envolvida com vários garotos com síndrome da oitava série (desilusões).

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.25/5

Embora o começo só pareça bizarro e exagerado, a segunda metade começa a funcionar melhor devido a tensão leve de quem está tentando fazer algo contra a protagonista, e os planos loucos do maluco que pensar ser o ranger vermelho.

A animação é muito fluida e elástica para quem curte esse aspecto, e a direção faz bonito também. Tecnicamente ficou bem anima do que eu esperava, mas a história e humor vou precisar de mais uns 2 episódios para avaliar melhor se funciona comigo.

Mairimashita! Iruma-kun*

Fonte: Manga
Gênero: Comédia, Demônios, Fantasia, Sobrenatural
Diretor: Makoto Moriwaki (Onegai My Melody – Kuru Kuru Shuffle!, PriPara)
Estúdio: Bandai Namco Pictures (Aikatsu Friends!, Gintama 4º temp)
Estreia: 05/10
Episódios: 23
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
A história acompanha Iruma Suzuki, um garoto normal de 14 anos que é adotado com neto de Sullivan, um demônio do reino dos demônios. Sullivian é o diretor de uma escola no outro mundo, e acaba matriculando Iruma lá. A partir daí, o garoto deve tentar manter sua identidade em segredo dos outros demônios para ter uma vida “normal” de estudante.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.75/5

A parte técnica é bem meia boca (como esperado), mas é incrivelmente compensada por uma narrativa fluida, divertida e boa direção. Levando em conta que não dava absolutamente nada por esse e só fui ver por me obrigar a ver todas as estreias, é minha maior surpresa até agora.

O protagonista é jogado de uma situação para a outra sem pausa desde que o anime começa, te deixando sem tempo de ficar entediado. Na verdade é o contrário, você fica é curioso com alguns mistérios (ele é humano mesmo? Por que o cara adotou ele? Ele tem poderes? Acho que ele é um meio-demônio e neto de verdade daquele cara, embora seja só uma tese).

O demônio que adota o protagonista é super carismático, e o episódio 1 já arranca muitas risadas com o lance do discurso e a luta no final. Fora isso já estou shippando ele com a garota com orelhas de raposa bonitona…

No geral e pelo que a OP dá a entender, pode ser uma boa comédia com ação, ao menos se conseguir manter esse ritmo frenético do episódio 1. Quem não viu vale a pena dar uma chance.

Marcelo

Nota: 4/5

Eu não imaginava que ia me divertir tanto com esse anime. A proposta parecia tão clichê, mas, no final das contas, o que contou foi a execução.

O protagonista cria um humor bem engraçado com suas reações as loucuras que acaba se envolvendo no mundo dos demônios, e o comportamento do seu avô também é muito bom.

Para quem está atrás de uma comédia mais descompromissada, vale a pena dar uma chance para o anime.

Rifle is Beautiful*

Fonte: Manga
Gênero: Comédia, Slice of Life
Diretor: Masanori Takahashi (Ta ga Tame)
Estúdio: 3Hz (Sword Art Online Alternative, Princess Principal)
Estreia: 13/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Na história acompanhamos várias garotas em um clube de armas de pressão.

Mini-Review:

Em breve.

Shin Chuuka Ichiban*

Fonte: Manga
Gênero: Comédia, Histórico
Diretor: Itsuro Kawasaki (Densetsu no Yūsha no Densetsu , Arc the Lad, Chrome Shelled Regios, Shining Hearts)
Estúdio: NAS (Cookin’ Idol Ai! Mai! Main!)/Production I.G (Atom The Beginning, Pyscho-Pass)
Estreia: 11/10
Episódios: 24
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
A história acompanha Mao, um jovem garoto que decide viajar a China do século 19 para aperfeiçoar suas habilidades e herdar o título de mestre dos chefes da sua falecida mãe. No meio de sua jornada, Mao descobre uma organização criminosa que deseja controlar as pessoas através da comida. Para impedir isso, Mao precisa encontrar os 8 utensílios lendários de cozinha.

Mini-Review:

Em breve.

Comédia ROmantica

Ore wo Suki nano wa Omae dake ka yo *

Fonte: Light Novel
Gênero: Comédia, Romance, Escolar
Diretor: Noriaki Akitaya (Bakuman, Tonari no Kyuuketsuki)
Estúdio: CONNECT (Strike the Blood 3)
Estreia: 02/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1 

Sinopse: 
A história acompanha um garoto que parece avoado e super gente boa com todo mundo, mas na verdade é um cínico que só se finge de bobo na esperança de conseguir o que quer. A história acompanha ele formando um plano para conseguir a confissão amorosa da presidente do concelho estudantil e da sua amiga de infância, até que tudo dá errado. Ele, ao invés disso, acaba com a confissão de uma stalker maluca que está apaixonada pela verdadeira personalidade cínica dele.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4/5

É bom ver uma comédia romântica com uma premissa que te surpreende para variar. Começa parecendo um clichêzão e ai vem a segunda metade te mostrando que nada era o que parecia. E embora o protagonista saia do mais do mesmo, o destaque acaba para a garota stalker (já estou shippando muito os dois!).

A direção está de parabéns, com um excelente timming cômico, pausas dramáticas pontuais, várias tiradas com expressões chamativas e um uso inesperado da trilha sonora no final (aquela música de star wars foi 10/10). Já a animação não esbanja mas não faz feio também.

Quem busca uma comédia romântica que já começa te surpreendendo, vale a pena.

Marcelo

Nota: 4/5

No geral, para não repetir tudo o que o Marco já falou, foi uma estreia que se destaca bastante pela criatividade. A volta no tempo da segunda metade do episódio é muito bom, com direito até uma mudança no título do episódio para fazer piada.

Na parte do romance, as coisas são interessante também, com a situação do protagonista fugindo do padrão, mas deixando alguma coisas curiosas para serem trabalhadas, como a stalker apaixanada por ele, e a as duas garotas sendo completamente lesadas ao tentar intereagir com o cara que gosta.

High Score Girl 2ª temporada

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Romance, Escolar
Diretor: Yoshiki Yamakawa (B: The Beggining)
Estúdio: J.C Staff (Dungeon ni Deai, Sakurasou)
Estreia: 25/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Na história acompanhamos um garoto em 1991, que não se considera bom em nada, fora jogos. Ele não é popular, bonito, inteligente, ou sequer simpático, só é bom em jogos. Um dia ele esbarra com a garota mais bonita, inteligente e rica da escola, em um fliperama, e ela humilha ele completamente em Street Fighter 2. Não satisfeita com isso, ela começa a segui-lo todo dia, o humilhando em qualquer coisa que ele tente jogar. Mas embora com um começo conturbado, os dois acabam virando amigos, e talvez algo mais…

Mini-Review:

Em breve.

Bokutachi wa Benkyou ga Dekinai 2ª temporada*

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Romance, Harém, Escolar, Ecchi
Diretor: Yoshiaki Iwasaki (Love Hina, Zero no Tsukaima)
Estúdio: Silver x Arvo Animation
Estreia: 05/10
Episódios: 13
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Na história várias garotas que são geniais em determinadas áreas de estudo, mas péssimas em outras (humanas x exatas), acabam nas mãos do protagonista, um jovem pobre e esforçado nos estudos, que é obrigado a ajudar essas garotas como parte da bolsa de estudos que recebeu.

Mini-Review:

Marcelo

Nota: 3.5/5

Estreia divertida. Focaram mais em trazer a comédia do que romance, então acaba sendo um episódio bem engraçado. A parte final é puro fanservice, mas tem algumas coisas sobre como o protagonista pensa.

Fora isso, é uma estreia bem “segunda temporada”, seguindo com a história e ponto final.

Drama

Beastars

Fonte: Manga
Gênero: Drama, Escolar, Romance
Diretor: Matsumi Shin
Estúdio: Orange (Houseki no Kuni)
Estreia: 05/04
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1 | PV2

Sinopse: 
Em um mundo onde animais humanoides vivem em paz, um jovem lobo membro de uma academia de drama (atuação, teatro), sofre preconceito devido a sua raça ser considerada ameaçadora, apesar dele na verdade ser uma criatura sensível e obstinado a conseguir realizar seus sonhos. Na história acompanhamos a vida dele e de seus colegas animais da academia.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4/5

Modificaram o mangá todo (já tinha lido o capítulo 1), mas foram mudanças muito positivas, eles cortaram coisas e mudaram a ordem de outras, deixando a narrativa muito mais fluida e interessante em comparação ao original. O clima de suspense é ótimo, e embora a história de gente sofrendo bullying para você ter pena serja clichê (aqui são dois ainda! O protagonista e a heroína), ao menos aqui o sistema de todos serem animais dá um ar único a coisa toda.

O final deixa você bem curioso também para o que vai acontecer a seguir, e a direção fez um trabalho excelente. A animação em CG não chegou a me incomodar também, funcionando bem em geral.

Slice of life

 

Kono Oto Tomare! 2ª temporada

Fonte: Manga
Gênero: Drama, Música, Escolar, Romance
Diretor: Ryoma Mizuno
Estúdio: Platinum Vision (Servamp, Devils Line)
Estreia: 05/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
O protagonista é o único membro restante do clube de instrumentos de corda, e agora tem que buscar novos membros para impedir que o clube acabe. Mas antes que ele o faça, um garoto aparece exigindo virar membro. Agora ele terá que lidar com o complicado novo membro e a garota que veio depois dele.

Mini-Review:

Marco

Nota: 4/5

Ótimo de Oto Tomare, em um episódio que seria um excelente fechamento para a parte 1 do anime, mas sabe-se lá porque deixaram para o começo da parte 2…

Sério, aquele final da parte 1 foi muito bizarro, deviam ter dado um jeito de exibir esse episódio junto para dar um fechamento emocional maior no arco.

Tem drama, amadurecimento, surpresas, realismo, MAIS TEASE COM MEU SHIP (malditos idiotas interrompendo!). Um final de arco bem legal.

Marcelo

Nota: 4.25/5

Como o Marco bem falou, isso teria fechado a 1º temporada maravilhosamente bem, mas acabou surgindo aqui, como a estreia.

O lado positivo é que, com um episódio desses, você recupera um pouco do hype apagado durante o tempo de espera e, mesmo que de um jeito torto, ainda é um episódio lindo de assistir, com varias cenas emocionalmente impactantes.

Agora é esperar para ver como as coisas se desenrolam entre os casais e essas rivalidades criadas durante a competição que acabou.

Honzuki no Gekokujou*

Fonte: Light Novel
Gênero: Fantasia, Slice of Life
Diretor: Mitsuru Hongou (World Trigger, Reideen)
Estúdio: Ajia-do Animation Works (Isekai Maou)
Estreia: 02/10
Episódios: 13
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 

Na história uma garota que iria realizar seu sonho de começar no emprego de bibliotecária acaba morta em um terremoto, soterrada por sua própria coleção de livros.

Ela reencarna como filha de um soldado em outro mundo, onde não existem muitos livros. Impossibilitada de ler, ela não desiste de seus sonhos, decidindo ela mesmo criar livros. E então começa sua jornada para se tornar bibliotecária em um novo mundo.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.25/5

A protagonista é até um pouco simpática, mas fica só nisso, já que a estreia foi bem lenta e só serviu para apresentar o mundo medieval e a família bem pobre da heroína. Fica uma leve curiosidade em como ela vai se virar para conseguir seus livros e tirar a familia da miséria, mas é isso.

A direção e animação são ambas ok, tentando algumas tiradas cômicas aqui e ali, mas sem se destacarem muito. Para quem quer um slice of life medieval com uma premissa diferente, pode valer uma chance.

Marcelo

Nota: 4/5

Já esperava que fosse ser uma obra mais lenta, então ficou bem dentro das minhas espectativas. O episódio ganhou alguns bons pontos comigo por trabalhar algo que sempre me incomoda nessas reencarnações que assumem o corpo de alguém.

A forma com o enredo se atenta a explicar as mudanças de memorias e tudo mais é algo conseguiu prender bastante da minha atenção e render bem o tempo.

Esperava um pouco mais do cenários, já que essa ambientação é algo que me agrada bastante em fantasias medievais, então foi um pouco triste ver tudo tão simples e generalizado.

O plot dos livros também é bacana, e te deixa curioso para saber como a garota vai resolver esse problema, e com isso alcançar seu sonho.

Para quem gosta de slice of live, vale a pena dar uma conferida.

Actors: Songs Connection*

Fonte: Música
Gênero: Música, Escolar
Diretor: Osamu Yamasaki (Itazura Kiss, Hakuouki)
Estúdio: Drive
Estreia: 06/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Na história vários garotos se juntam em um clube para uma competição de música.

Mini-Review:

Em breve.

Psicologico

Esportes

 

Ahiru no Sora

Fonte: Mangá
Gênero: Esporte, Escolar
Diretor: Keizou Kusakawa (Campione, Fuuka)
Estúdio: Diomedea (Beatless, Domestic Kanojo)
Estreia: 02/10
Episódios:
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Um time de basquete formado por delinquentes que perderam a paixão pelo esporte volta a ativa quando um novo integrante entra na equipe.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3.5/5

Não sou muito fã de animes de esporte, mas foi inegavelmente um bom começo. Tem algumas surpresas e um final que gera certo impacto. Isso e a dificuldade que o protagonista vai ter para colocar aquele time nos eixos podem deixar muitos motivados a continuar a história.

A animação não esbanja, mas não faz feio também, e a direção é competente. Quem curte animes de esporte acho que vale muito a pena dar uma olhada.

Marcelo

Nota: 3.75/5

Marco já usou a clássica introdução de “eu não sou muito fã de animes de esportes, mas…”, então vamos lá. Tinha ficado interessando pela situação do protagonista, e de como ele jogaria basquete, mas, no final das contas, o anime me surpreendeu bastante.

A condição do clube de basquete é bem curiosa, e a relação dos membros parece ter algum passado mais pesado (pelo menos é o que dá a entender pela OP+alguns diálogos).

O jogo final foi bem interessante, com o protagonista tomando o controle da situação e terminando o episódio com um gancho bacana para saber como as coisas vão terminar.

Para quem gosta de animes de esporte, vale a pena dar uma conferida.

Hoshiai no Sora*

Fonte: Original
Gênero: Esporte, Escolar
Diretor: Kazuki Akane (Tetsuwan Birdy Decode, Code Geass Akito)
Estúdio: 8bit (Grisaia, Slime)
Estreia: 10/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Dois estudantes em um time de tennis prestes a ser fechado tem que ganhar um torneio para tentar manter seu clube.

Mini-Review:

Marco

Nota: 3/5 para o episódio como um todo e 5/5 para o 1 minuto final

Esse aqui é complicado avaliar… Por um lado foi um início super comum e sem graça, mas ai tem aquele final que te deixa de cara…

Em suma, o episódio serve mais de apresentação dos personagens, com o amigo de infância transferido e a garota que mora no mesmo prédio que ele sendo os destaques em termos de personalidade (é fácil gostar de ambos… e shippar!). Já o cara do Tennis só pareceu chato mesmo, e a resolução da coisa não chega a impressionar.

Seria um episódio só ok, mas ai tem aquele final! Não vou spoilar, mas aquilo me deixou impactado, e muito curioso em como a história vai seguir. A ironia é que meu interesse é pelo drama familiar e não pelo Tennis em sí, que deveria ser o foco…

Já a animação tem até alguma fluidez, mas é um desastre na consistência e o design simplificado bem sem graça. Para uma comédia acharia até legal, mas para um drama acho que algo mais sério, detalhado e consistente combinaria mais. Pegando um outro anime de esporte e drama recente, os designs de Hanebado seriam uma boa (quem dera tivesse o mesmo designer e staff premium para os jogos inclusive, já que o jogo que abre o anime é bem mais ou menos).

Kandagawa Jet Girls*

Fonte: Original
Gênero: Esporte, Ecchi
Diretor: Hiraku Kaneko (Valkyrie Drive, Manyuu Hiken-chou)
Estúdio: TNK (High School DxD)
Estreia: –/10
Episódios: 12
MAL: Clique aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Detalhes sobre a sinopse ainda não foram liberados, mas, segundo o produtor do game, a ideia é trazer duplas de garotas competindo em uma espécie de corrida de Jet Ski, com um toque de sensualidade.

Mini-Review:

Marco

Nota: 2.5/5

O básico de apresentar a protagonista, seu par e o esporte estranho que inventaram no anime (Jet Sky com armas que arrancam roupa… não perguntem!), foi ok, embora acabe não impactando muito por pararem antes da conclusão do embate ao final. Se terminasse com um climax teria mais impacto no episódio (era só cortar a OP e ED).

Ao invés disso ficamos com uma cena estranha ao final (pelo PV do próximo parece algo que é normal no esporte…) e no aguardo da continuação do confronto.

No mais, a estreia em nenhum momento tenta te enganar, os peitos gigantes e ângulos provocantes estão ali o tempo todo gritando TOMA O FANSERVICE CAMBADA!  É definitivamente um anime tentando agradar quem curte ecchi (até a famosa meia-censura gritando SE QUER VER ‘TUDO’ COMPRA O BD! está lá). Ou seja, se não curte o gênero ou não gostou de Val x Love, fique longe desse, porque el tem 10x mais empenho em mostrar service. E se curte, pode valer uma chance, mas espere sair o episódio 2. Deve funcionar melhor ver os dois juntos.

Marcelo

Nota: 3/5

Básico de um anime ecchi com esportes. A protagonista do interior que vai para cidade grande, e se perde na chegada, e encontra a parceira ao acaso, e descobre que vai morar juntas, e tudo mais que a maioria já deve estar cansada de ver por aí.

O episódio até tenta te vender as demais garotos do anime, mostrando elas em cenas rápidas com a protagonista, mas isso não é o bastante para valer de algo.

O mais relevante no episódio é a curiosidade que fica em saber o resultado da disputa final, e entender o porquê da personalidade sombria da garota de cabelos pretos, e o que as “vilãs” queriam dizer com as provocações.

No demais, não é nada extraordinario, mas vai servir bem ao proposito de quem só quer ver uns peitos com tamanho fisicamente inumanos balançado por aí.

Datas de Estreia
Data Títulos
02/10 Ahiru no Sora
Radiant 2nd Season
Hataage! Kemono Michi
Kono Yuusha ga Ore Tueee Kuse ni Shinchou Sugiru
Honzuki no Gekokujou: Shisho ni Naru Tame ni wa Shudan wo Erandeiraremasen
Ore wo Suki nano wa Omae dake ka yo
Houkago Saikoro Club
03/10 Choujin Koukousei-tachi wa Isekai demo Yoyuu de Ikinuku you desu!
Azur Lane
04/10 Chuubyou Gekihatsu Boy
Granblue Fantasy The Animation Season 2
05/10 Mairimashita! Iruma-kun
Val × Love
Fate/Grand Order: Zettai Majuu Sensen Babylonia
Bokutachi wa Benkyou ga Dekinai! 2
Kono Oto Tomare! 2nd Season
06/10 Keishichou Tokumu-bu Tokushu Kyouaku-han Taisaku-Shitsu Dai-Nana-ka -Tokunana-
Actors: Songs Connection
Fairy Gone 2nd Season
XL Joushi
07/10 Babylon
Phantasy Star Online 2: Episode Oracle
Stand My Heroes: Piece of Truth
Watashi, Nouryoku wa Heikinchi de tte Itta yo ne!
08/10 Z/X: Code Reunion
09/10 Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin
Beastars
10/10 Assassins Pride
No Guns Life
Hoshiai no Sora
11/10 Shokugeki no Souma: Shin no Sara
Kabukichou Sherlock
Shin Chuuka Ichiban!
12/10 Boku no Hero Academia 4th Season
Sword Art Online: Alicization – War of Underworld
13/10 Rifle Is Beautiful
22/10 Chihayafuru 3
25/10 High Score Girl II (Episódios inéditos, antes disso vão passar as OVAs)
Ainda sem data Psycho Pass 3
Blade of Immortal
Jet Girls
Pet
Filmes
Lançamento Semanal
Dia da Semana Títulos
Segunda Babylon
Phantasy Star Online 2: Episode Oracle
Stand My Heroes: Piece of Truth
Watashi, Nouryoku wa Heikinchi de tte Itta yo ne!
Terça Z/X: Code Reunion
Chihayafuru 3
Quarta Ahiru no Sora
Radiant 2nd Season
Hataage! Kemono Michi
Kono Yuusha ga Ore Tueee Kuse ni Shinchou Sugiru
Honzuki no Gekokujou: Shisho ni Naru Tame ni wa Shudan wo Erandeiraremasen
Ore wo Suki nano wa Omae dake ka yo
Houkago Saikoro Club
Nanatsu no Taizai 3: Kamigami no Gekirin
Beastars
Quinta Choujin Koukousei-tachi wa Isekai demo Yoyuu de Ikinuku you desu!
Azur Lane
Assassins Pride
No Guns Life
Hoshiai no Sora
Sexta Chuubyou Gekihatsu Boy
Granblue Fantasy The Animation Season 2
Shokugeki no Souma: Shin no Sara
Kabukichou Sherlock
Shin Chuuka Ichiban!
High Score Girl II
Sábado Mairimashita! Iruma-kun
Val × Love
Fate/Grand Order: Zettai Majuu Sensen Babylonia
Bokutachi wa Benkyou ga Dekinai! 2
Kono Oto Tomare! 2nd Season
Boku no Hero Academia 4th Season
Sword Art Online: Alicization – War of Underworld
Domingo Keishichou Tokumu-bu Tokushu Kyouaku-han Taisaku-Shitsu Dai-Nana-ka -Tokunana-
Actors: Songs Connection
Fairy Gone 2nd Season
XL Joushi
Rifle Is Beautiful
**

Log de edições:

05/10 – Reviews de Fate da Rin sem roupa, Kemono Michi, Anime da Aqua loira (Kono Yuusha), Anime de basquete (Ahiru no Sora), Garota dos livros (Honzuki), Anime do Clube de jogos, Oresuki, Garotos power rangers e Anime da Esdeath de cabelo branco (Azur Lane) adicionados (Marco).

06/10 – Review de Val x Frankestain Love, Kono Oto VAI SHIP! e “Que pais horríveis!” (Mairimashita! Iruma) adicionados  (Marco).

06/10 – Review de Granblue Fantasy 2ª temporada, Fate Grand Order: Babylonia, Kono Yuusha ga Ore Tueee Kuse ni Shinshou Sugiro, Choujin Koukousei-tachi wa Isekai demo Yoyuu de Ikunuki you desu!, Azur Lane, Hataage! Kemono Michi, Mairimashita! Iruma-kun, Ore wo Suki nano wa Omae dake ka yo, Bokutachi wa Benkyou ga Dekinai 2ª temporada, Kono Oto Tomare! 2ª temporada, Honzuki no Gekokujou, Ahiru no Sora. (Marcelo)

07/10 – Review de Babylon, Watashi, Nouryoku wa Haikinchi, Houkago Saikoro Club. (Marcelo)

08/10 – Review do Anime que eu to Shippando a vilã Badass com o protagonista (Babylon) e do Anime de JetSky com armas que arrancam roupa (Jet Girls). (Marco)

09/10 – Review de Z/X Code Reunion, Val x Love, Kandagawa Jet Girls. (Marcelo)

11/10 – Review de “Meh… MAS AI VEM AQUELE FINAL!” (Hoshia no Sora), Nanatsu no Hentai, “Onde fica o cérebro dele?” (No Guns Life), “Você é uma policial! Vai aprender a lutar mulher!” (Stand My Heroes) e Beastars adicionados. (Marco)

14/10 – Review de Boku no Recap Academia, SAO 3 Alice e o Vegetal, Kirito-face com olhos azuis legais (Assassins Pride), Sherlock Japonês e Blade of Immortal adicionados (Marco).

Relacionado:
Guias de temporadas passadas
Guia: Animação Boa x Animação Ruim, como diferenciar
Guia – Estúdios de Animação Japonesa: funcionamento, padrões, história, sua relevância na qualidade da produção e exceções