Sword Art Online 3 Alicization #03 – A arte para cortar uma árvore| Impressões Semanais

Diferente do que cogitava de introduzirem mais ação após o episódio anterior, tivemos mais um pouco de worldbuilding. Para quem não conhece o termo, como o nome já diz, é desenvolvimento de mundo e do cenário no qual ocorrerá a ação.

Sendo algo necessário para a compreensão de determinados acontecimentos da obra e para que não haja o que chamamos de furos ou inconsistências no roteiro, que ocorrerem quando determinada ação não possui respaldo de nada na obra, ou quebra com algo que foi mostrado anteriormente, criando contradições dentro da narrativa.

Em suma, é quando falta alguma informação que dá base para, por exemplo, Kirito derrubar aquela árvore demoníaca sem parecer que ele tirou o poder de um buraco negro ou do além.

Só acho que este pessoalzinho ai vai dá trabalho para o Kirito…

Contudo, um dos maiores problemas do worldbuilding é quando ele não é dosado com algum outro artifício de roteiro, como a ação, e o que temos é uma explosão de informações sem a adição de outros acontecimentos que criem um maior dinamismo na obra.

Isto acaba resultando em um episódio ou capitulo morno e extremamente chato para algumas pessoas que não são acostumadas com este tipo de construção mais lenta e que não envolve coisas explodindo.

Como eu sou acostumada com este tipo de construção em slice of life, onde este tipo de escrita é mais comum, acabo não sofrendo com esta nova direção de Sword art online que esta realmente focada em construir o cenário primeiro para depois introduzir a ação.

Mas para quem estava acostumado com as narrativas anteriores que não tiveram tanta construção de mundo, apesar de evoluírem bastante com a segunda temporada ao realizarem um maior desenvolvimento de personagem.

Hmm… culpa por não ter conseguido salvar a amiga? talvez

Com toda a certeza foi uma sequencia de episódios sofridos, já que não tiveram acontecimentos tão tensos, se centrando realmente nos problemas internos e externos dos personagens, em exceção do ocorrido no final deste episódio em si.

Então este episódio para mim se resumiria em um episódio que introduz elementos que serão centrais do plot posteriormente, como os cavaleiros da integridade e a igreja do axioma, e de mecanismo que serão utilizados para resolver o problema que envolve este arco introdutório que é libertar Eugeo do propósito dele para ajudar o Kirito.

Em suma, provavelmente creio que eles conseguirão derrubar a árvore utilizando a mescla de magia sagrada mais sword skill, e isto não é um spoiler, é apenas uma teoria minha em cima do que foi mostrado neste episódio.

Além disso, esta mais que na cara que aquela árvore não é comum, já que aparentemente o tronco dela é extremamente resistente a aço, osso de dragão e a espada do Eugeo, apesar dela desferir mais dano.

A ideia foi boa, pena que não foi o suficiente…

O que me deixa curiosa, já que na op aparece duas espadas, a do Eugeo (azul) e a do Kirito (preta), além disso no final da op, o Kirito aparenta esta carregando uma espada, ela seria feita do tronco dessa árvore? Se não, como ele conseguiu aquela arma?

Não acredito que o autor de SAO introduziria aquela árvore como um mero objeto de descarte se ele esta dando tanto enfoque a ela, mesmo que este enfoque seja realizado em cima da problemática do Eugeo, mas posso estar completamente enganada.

Além disso, foi engraçado ver o Kirito e o Eugeo levando um 2×0 da árvore, percebe-se que neste mundo ele não será quase um semi-deus e terá um trabalhinho para subir a pericia em uso de armas e, provavelmente, também em magia.

Rapaz… esta mira do Kirito é boa né?

Outro ponto que achei legal é que, ao introduzirem a problemática da irmã da Alice, este episódio também serviu para confirmar ainda mais que as IA’s desse mundo são  existências únicas, mesmo sendo construções virtuais de seres humanos.

A narrativa da garota não é tão inovadora, mas é funcional e serve para dar mais nuances ao personagem em si e pinta um quadro bem mais interessante de Underworld, já que todos os encontros de Kirito com alguma IA vão ser tão particular e intenso quanto se ele se encontrasse com um ser humano do mundo real.

Já que, por mais que não sejam humanos com corpos físicos no que chamamos de realidade, eles são tão individuais, complexos e envolventes quanto, além de também serem suscetíveis a dor e outras sensações que nos aflige no mundo virtual que habitam.

Rapaz… me deu uma pena dessa gúria

O que nos remete a velha discussão de que o que defini o que é real ou virtual? o que é ilusão e o que é verdade? porque o virtual também não pode ser tão real quanto aquilo que chamamos de real? porque uma inteligência artificial não pode ser tão real e humana quanto um ser humano com corpo orgânico?

Tudo que consideramos real e concreto é uma perspectiva e leitura da nossa mente do espaço que habitamos, tudo então se resume aos processos químicos, físicos e etc que acontecem no que chamamos de cérebro.

Além disso, gosto que mostrem as problemáticas dos personagens secundários também, já que eles não são meros enfeites de enredo e apesar de alguns aparecerem apenas em determinados eventos e “sumirem”, é bom ter um mínimo de trabalho ao apresentá-los ao público.

Todavia, este episódio de SAO apesar de mais parado não foi totalmente vazio de situações mais tensas, já que para manter o interesse do público é necessário ter alguma faísca que acenda o play para o próximo episódio.

Interessante, provavelmente a obra pode trabalhar com escravidão

Neste caso, a direção esta sabendo utilizar alguns cortes e pequenos cliffhangers que acabam chamando atenção, ou seja, apimenta o mistério ou desata algo como a situação tensa no qual os dois personagens principais acabaram se metendo.

E sinceramente, não faço nem ideia de como Kirito e Eugeo vão escapar da morte sem um pouco de protagonismo já que o cenário construído é de dois jovens humanos franzinos desarmados contra um bando de goblins de porretes e espadões.

E sinceramente, esta nova temporada de SAO,  por enquanto, demonstrou ser uma boa estreia, mas com poucos acontecimentos que chamassem a atenção imediatamente e marcasse o público, com tudo espero que o enredo só evolua positivamente e mostre logo para o que veio.

Nota do autor

 

E você, que nota daria aos episódios?

Nota dos Visitantes
[Total: 415 Média: 4.2]

#Extra

Só eu acho que o Eugeo tinha uma tara pela Alice?

 

 

 

Sirlene Moraes

Apenas uma amante da cultura japonesa e apreciadora de uma boa xícara de café e livros.