Mangaka cria história com harém realista para fazer piada com o gênero

Uma das temáticas mais tradicionais dos animes, mangás e novels, é a história de isekai, na qual, geralmente, refere-se a histórias em que o protagonista ou um grupo de protagonistas é transportado para um outro mundo por meio de reencarnação ou convocação. A ambientação da maioria destas obras é um mundo de fantasia medieval com espadas ou magias.

Recentemente, o mangaká Marumikami publicou em seu Twitter um mangá de isekai, cuja a história se foca em um estudante do ensino médio que foi parar em um mundo de fantasia, e se junta com um grupo mulheres com o objetivo de derrotar o Rei Demônio. A premissa pode aparentar ser clichê, ainda mais quando o harém é acrescentado, pois há diversas obras do gênero em que um grupo de personagens femininas acompanham o personagem principal em sua jornada medieval, e ao decorrer da história, estas mesmas garotas se apaixonaram pelo protagonista. No entanto, Marumikami foi além. O autor simplesmente usou a lógica do mundo real para brincar com o conceito do harém.

 

Narrador: Um dia, Takeru, um garoto do ensino médio, é transportado para um outro mundo.
Sua missão de derrotar o Rei Demônio começa! E todos do seu grupo são somente garotas!

”Um monstro apareceu e usou o Ataque dos Tentáculos!”

Lutadora: “Kyaa! Herói, você viu minha calcinha agora, não foi você?

Herói: ”Coloque uma calça mulher!!!”

Herói: “Se você é uma guerreira e sabe que vai se mexer muito, por que, em nome de Deus, você está usando uma saia nesta missão? Se nada mais, você não está com frio? As meninas que congelam suas pernas enquanto pensam, “Você tem que suportar essas coisas para estar na moda”, estão cometendo uma grande falácia lógica !! ”

Guerreira: ”Me desculpe…”

Herói: “E você não é melhor, Monstro! Qual é o objetivo de atacar deslizando um tentáculo em todo o corpo de alguém? É algum tipo de tática de guerra psicológica? Somos inimigos prestes a matar seu chefe, tente levar isso um pouco a sério! ”

Monstro: “Me desculpe …”

Herói: “Sinto muito por ter visto sua calcinha! Se isso te incomoda, guerreira, podemos fazer com que um curandeiro utilize uma poção ou algo para apagar minha lembrança disso”.

Clériga: “Que cavalheiro … Nunca conheci uma pessoa tão maravilhosa antes …”

Maga: ”Seja meu marido”

Clériga: ”Não é justo, maga! Eu também estou de olho no herói…”

Herói: “Isso é tudo que vocês precisam para você se apaixonar por um cara?!”

Herói: “O que diabos você está pensando, perguntando a um cara que você acabou de conhecer para se casar? Tenha algum respeito por si mesma!! ”

Herói: “Se você pensa que eu sou o melhor cara que você já conheceu, isso significa que você conheceu apenas idiotas até agora! Tente conhecer outras pessoas antes de fazer esse tipo de coisa!! ”

 

Monstro: “Humm … desculpe-me …”

[O Monstro está pedindo para participar do grupo!]

Herói: “Sempre é bom ter mais membros no grupo!”

Guerreira, Clériga e Maga: “Esse monstro é uma garota!!”