Key animators: Os caras que animam as melhores cenas dos seus animes prediletos



-Um post sobre os conhecidos animadores da indústria japonesa.


-Muitas pessoas trabalham na indústria de animes. Existem os diretores, os patrocinadores, os propagandistas, os compositores e os roteiristas, porém muita gente se esquece que a base de todo o trabalho de animação consiste em uma equipe de 50 ou mais pessoas desenhando quadros como se não houvesse amanhã. Esses são os peões da indústria, esses são os animadores. Visto que é impossível falar de todos eles, me limitarei a aqueles cuja animação chegou a um nível acima do normal, o que obviamente os fez serem promovidos para key animators (animadores chave), cuja função é cuidar dos quadros mais complicados de serem desenhados e já na oportunidade acrescentar aos ditos quadros o seu próprio estilo de animação. Eles se destacam tanto que suas cenas recebem um nome especial: Sakuga. Ao contrário da crença popular, nem todo sakuga precisa necessariamente significar perda de qualidade de modelos de personagem. Sakuga pode ser definido como uma sequência que impressiona os fãs a tal ponto que a mesma acaba ganhando um nome especial (normalmente são cenas de ação bem fluidas e com ângulos de câmera sensacionais, efeitos especiais e muita porradaria). Sem mais delongas, vamos à lista.

Lista de Key Animators

1) Yuuichi Hamano (濱野 裕一)

-Hamano é o tipo que você espera encontrar em animes da Toei de longa duração, como Precure ou Saint Seiya Omega. Ele começou sua carreira com animes como Yu-gi-Oh! Duel Monsters, Ashita no Nadja e em 2004 se envolveu com a franquia Precure. Atualmente é filiado à Toei Animation, tendo dirigido o filme o último filme de Dragonball Z – A batalha dos deuses. Percebe-se pelos exemplos citados que ele é um utilizador frequente de movimentos de giro, tanto horizontais quanto verticais, nas personagens que anima. 

Cenas específicas:

2) Ken’ichi Fujisawa (藤澤 研一)



-Seu trabalho mais proeminente com certeza é a luta no OVA “Sora Kiseki the animation”. Também faz alguns biquinhos aqui e acolá em Naruto e One Piece. Trabalhou também no primeiro episódio de Space Dandy, embora eu não saiba dizer especificamente quais cenas o mesmo animou. Suas características são os efeitos especiais (fx animation, como chamam) e a forma como o chão se movimenta durante as lutas.

Cenas específicas:

3) Hironori Tanaka (田中 宏紀)

-Tanaka é um dos animadores mais representativos da indústria atualmente. Ele começou sua carreira no estúdio Eagle Nest, cujo maior cliente era a Toei, e logo se vê suas influências de estilo na franquia Pretty Cure. Além disso, ele também animou uma variedade de trabalhos, com um currículo indo desde School days a Kurenai, Full Metal Alchemist e Black Rock Shooter. Seu trabalho pode ser facilmente reconhecido pela forma como a ondulação dos cabelos é representada (não do jeito padrão estilo Saint Seiya, com todas as mechas voando para um único lado, mas de uma forma mais realista).

Cenas específicas:


4) Kazuhiro Ota (大田 和寛)


-Já trabalhou na Production I.G e também na SHAFT animando sob a supervisão de Akiyuki Shinbo em Nanoha, o que impulsionou sua carreira, e logo já havia sido convidado para participar da produção de outros animes. Ocorreu um desentendimento com o estúdio, entretanto, acerca da divisão de trabalho no que concerne os Sakugas, e ele acabou se retirando da staff. Atualmente trabalha em Saint Seiya Omega e na franquia Precure pela Toei. Suas cenas de ação são abarrotadas de chutes em passo acelerado no estilo Dragonball Z, e também se especializa em cenas de transformação.

Cenas específicas:



5) Yuki Hayashi (林 祐己)

-Começou a carreira com BECK sob a supervisão do diretor Osamu Kobayashi, formando-se em 2005 no instituto de animação da Toei Animation. Trabalhou em animes como Eureka Seven, Xam’d, Black Lagoon, Dennou Coil e Casshern Sins e atualmente está envolvido com a Toei em seus animes de longa duração (trabalhou em Kyousugiga também), como Toriko, Saint Seiya Omega e a franquia Precure. Ele chegou a dirigir o primeiro episódio de Hacha Precure, que teve uma ótima recepção crítica. Suas marcas são a ocasional câmera oscilante nas lutas, personagens correndo em direção à tela e (correndo, no geral, pode-se dizer) e lutas com recuo, em que ambos o atacante força o defensor a recuar enquanto ataca ferozmente.

6) Takahiro Shikama (鹿間 貴裕)

-Estreou na indústria de animação animando alguns cortes em Samurai champloo, mas foi só em Kurokami que aprimorou seu estilo, ganhando bastante experiência com seu mentor Hiroyuki Nishimura (esse cara trabalhou em Crayon Shin-chan). Teve participação na segunda temporada de Darker than black, e BRILHOU FABULOSAMENTE em Star Driver com as sequências cheias de fumaça, glitter e explosões coloridas. Em 2012 voltou a ativa em Sword Art Online, chamando atenção tanto do fandom que gostou do anime quanto do que detestou. Se você notar em algum anime ângulos de câmera exagerados com personagens correndo e tudo isso acompanhado de faíscas e explosões e character design simplificado, pode ter certeza que foi trabalho dele.

Cenas específicas:


7) Yutaka Nakamura (中村 豊)


-Tem um currículo extenso, já tendo trabalho com a Sunrise, Toei, Xebec, Gainax e atualmente é ativo no estúdio Bones, tendo trabalhado em boa parte de suas produções, como Darker than black, Star driver, os dois Full Metal Alchemist e muitos outros. Tem uma paixão inexprimível por cubos e prefere optar por uma câmera estática, fazendo cortes quando necessário. Ah, ele é bem conhecido, e irão perceber se procurarem na internet e nos fóruns de discussão de anime.

Cenas específicas:


8) Keiichi Ishida (石田 啓一)

-Começou a carreira em 2005 com Eyeshield 21. Desde então, marcou presença em uma variedade de obras, como Naruto, Kuroko no Basuke, [email protected] (a única cena de ação do anime), e alguns animes da JC Staff. Sua última participação foi no primeiro episódio de Wizard barristers. Ele é bem detalhista nos movimentos e suas lutas corporais se dão em um ritmo acelerado com várias cenas entre um movimento e outro (não tão bom em lutas com armas, entretanto).

Cenas específicas:


9) Hiroshi Tomioka (冨岡 寛)


-Seu primeiro trabalho foi em Sgto Keroro, um anime da Sunrise sobre uma rã que queria dominar o mundo (?). Nos últimos anos tem desenhado vários quadros para JC Staff, em animes como Yumekui Merry, Ōkami-san to Shichinin no Nakama-tachi, Toradora, Railgun e Zero no Tsukaima. Foi fortemente influenciado por Hironori Tanaka na forma de animar os cabelos de seus personagens.

Cenas específicas:

(Yumekui Merry) Luta em forma de dança com vários cortes e closes (Certamente não seu melhor trabalho. Sempre achei as lutas de Yumekui Merry travadas)

Compilação de algumas de suas animações: link para o vídeo

10) Koichi Kikuta (菊田 幸一)

-Ex-animador do estúdio Xebec, atualmente trabalha como free-lancer sendo convidado vez por outra por estúdios diferentes. D.I.C.E. (um daqueles animes sobre dinossauros robôs para crianças com a finalidade de vender brinquedos) foi o primeiro projeto em que trabalhou. Mais tarde incorporou a staff de Rockman.exe, Busou Renkin, Princess Lover, Kanokon, e por fim o filme 2 de Madoka Magica (a cena do suicídio de Kyoko) e o filme 3 (uma cena de transformação, se não me engano). No geral, ele faz cenas curtas de character design meio bruto que não exigem muito esmero, mas é bom com efeitos de transformação (não tão bom quanto a staff de Precure, óbvio).

Cenas específicas:



11) Akira Amemiya (雨宮 哲)

-Graduado na faculdade de tecnologia de Tokyo, começou trabalhando em Dennou Coil (Madhouse) partindo para Gankutsuou (Gonzo) em seguida, mas foi em Gurren Lagan que descobriu sua especialidade: trabalhar em animes do gênero mecha. Embora não restrito a apenas esse gênero, sua técnica se torna mais evidente em cenas tais quais um robô gigante cai de cima com a câmera em ângulo baixo, por exemplo. Ele desenha poucos quadros para dar o efeito de que um personagem ou robô está mudando de uma posição espacial para outra rapidamente.

Cenas específicas:


12) Kazuhiro Miwa (三輪 和宏)

-Teve uma pequena participação no filme de Cowboy Bebop no início da carreira (não foi creditado, pois na época provavelmente não era key animator ainda). Alguns anos mais tarde, trabalhou em Black Cat como diretor de animação assistente, em Heroman como diretor de alguns episódios, Eureka Seven Ao e Sword Art online. Seu trabalho mais recente é o terceiro episódio de Noragami. Kazuhiro é o cara que você deve chamar quando precisar de uma cena de perseguição com mísseis ou lasers, objetos ou pessoas voando no geral. Ele é especialista em uma sequência de animação popularmente conhecida como Itano Circus (que vem de Ichiro Itano, o inventor da técnica).

Cenas específicas:


13) Nozomu abe (阿部 望)

-Começou sua carreira no estúdio boomerang animando in-betweens (sequências para completar o movimento de um personagem entre um quadro e outro) para o OVA Aoyama Gōshō Tanpen-shū 2. Daí foi pra Naruto alguns anos depois e de Naruto pra vários outros animes, como Oban Star racers, D-gray man e Ikkitousen Dragon Destiny. Se envolveu em Railgun, Index e nas cenas mega exageradamente explosivas do anime de Madoka Magica. Atualmente incorpora a staff de Wizard Barristers. É o seguinte, está procurando explosões, estilhaços e pedaços de solo voando por tudo que é lugar? Esse é o cara exato pra isso. Qualquer pisada de um personagem no chão já é motivo para ele se quebrar em mil pedaços, o cara é mestre no exagero.

Cenas específicas:

(Fate/Zero) Saber vs Lancer com slow motion e ataques simples (em particular eu não teria escolhido ele para essa luta, o que faltou não foram explosões e chão quebrando e sim movimentos mais criativos por parte dos combatentes, nesse caso eu iria preferir o Nakamura ou o Tanaka)

Compilação de algumas de suas animações: link para o vídeo
Recomendação de leitura: link

14) Akira Hamaguchi (濱口 明)

-Esse começou de baixo, fazendo in-betweens pelo estúdio cockpit para alguns animes não tão conhecidos. Com o tempo foi se aprimorando e chegou a desenhar alguns quadros em Hunter x Hunter (2011) e Magi, que foi o maior ícone de sua carreira (ele animava as pernas grossas da Morgiana). Apesar de a ANN não estar atualizada ainda, ele está sim na staff da segunda temporada também, sendo provavelmente o animador mais recente dessa lista a entrar no mercado. No geral seu traço acaba por dar a impressão às vezes de que os personagens não tem contorno em volta, movendo-se fluidamente sobre o cenário como se fossem desaparecer com o mais leve dos golpes (Hunter x Hunter é exceção). E também tem uma certa nuance nos cabelos, apesar de não chegar ao nível do Tanaka (já trabalharam juntos e Tanaka é mais experiente, logo não é nenhuma surpresa).

Cenas específicas:

(Magi) Morgianna dançando

Compilação de algumas de suas animações: link para o vídeo

15) Arifumi Imai (今井 有文)

-Assim como os outros dois, de início só desenhava in-betweens (para a Production I.G, tendo trabalhado em X-Holic, Eden of the east e White Album). Em 2011 dirigiu 3 episódio de Guilty Crown ganhando destaque e popularidade. No ano passado, junto com Ebara, foi um dos animadores mais relevantes na produção de Shingeki no Kyojin, tendo feito várias das cenas boas do anime. Atualmente não há informações sobre alguma produção em que esteja envolvido, mas quem sabe? Segundo ele próprio, acampava no estúdio WIT por 3 dias e só podia voltar pra casa no quarto na época da produção. Sua proficiência é nas suas cenas aéreas que são bem melhores em comparação com as não aéreas. Vejam, por exemplo, Sengoku Basara, onde ele não ficou satisfeito apenas em fazer os caras lutarem em cima do cavalo e decidiu que estava na hora de os cavalos voarem junto com os cavaleiros.

Cenas específicas:


16) Yasuyuki Ebara (江原 康之)



-Ebara não é exatamente novo para a indústria, todavia ninguém fazia idéia de quem era o cara até ele se tornar o diretor de animação das cenas de ação de Shingeki no Kyojin. A wiki dele inclusive é uma das mais pobres de todas e simplesmente joga um pedaço de informação que parece não fazer sentido algum. Começou como key animator com Scri-ed (Sunrise) e um anime da Madhouse que eu nunca ouvi falar (Aquarian Age). Passou por Xam’d, Yu-gi-oh 5D e assim como Imai teve uma participação generosa em Guilty Crown e Shingeki mais tarde. Não encontrei muito material dele por aí, então só posso afirmar que ele é o tipo de pessoa que adora se desafiar com ângulos de câmera magníficos e bem complicados de animar.

Cenas específicas:



17) Keisuke Watabe (渡部 圭祐)

– Magic Taruruuto-kun  foi o seu primeiro trabalho em 1992 para a Toei animation. Durante algum tempo enveredou por animes dos quais nunca ouvi falar (acho que poucos conhecem animes de antes de 95) e então voltou animando obras bem conhecidas como Sailor Moon R, Evangelion, Magic Knight Rayearth e Utena. Na década 2000, animou uma cena de um episódio de Lagann, Afro Samurai e alguns outros. De 2010 em diante, Smile Precure, Date a Live, No 6 e Sora no otoshimono tiveram sua participação. Não tem muito o que dizer sobre algum estilo específico que ele possua, pois faz de tudo (até ecchi), mas em geral ele tem uma boa noção de mecânica de ação, tendo inclusive recebido um elogio de Hideyuki Motohashi (outro da década de 90), diretor de animação de alguns animes em que trabalhou, como Sailor Moon R. Ah, sim, ele já desenhou hentai.

Cenas específicas:


18) Tetsuya Takeuchi (竹内 哲也)

-Ex-animador da Production I.G Niigata, também chegou a trabalhar no estúdio MSC, mas agora se encontra livre de afiliação a estúdios. The end of evangelion foi seu ponto de partida, no que se sucederam Noir, G.I.T.S, R.O.D, Hunter x Hunter (2011), Yamato (2012) e seu mais recente trabalho: Yuushibu, onde foi chefe de animação. Gosta de animar moe de acordo com a descrição. Nota-se a influência do estilo de animação da Production I.G pelo uso das cores e do jogo de iluminação/sombras que dão um aspecto cinematográfica às cenas que anima (não todas, as mais bonitinhas). Ele sabe como usar uma câmera, também, chegando a rivalizar o Ebara. Uma curiosidade é que ele animou um episódio inteiro de Honey and Clover sozinho.

Cenas específicas:


19) Kenji Kuroyanagi (黒柳 賢治)


-Esse cara é velho. Começou a animar em 87 com Machine Robo: legend of Chronos junto com vários animes antigos que eu não conheço. Trabalhou em Trigun, Yu-gi-oh!, Medabots (Medarot no original), Darker than Black, animes Mahou Shoujo como Precure, Powerpuff Girls Z (aquela tragédia…), Robotics Notes, Aquarion Evol. De vez em quando ele aparece para animar alguns episódios de One Piece. Ele tem estado sumido, no entanto, tendo sido creditado pela última vez em 2011. Por ter experiência, ele anima vários tipos de luta, mas não é preciso de muita observação pra perceber que ele é um amante de Taikwondo e de todos os tipos de chute existentes.

Cenas específicas:

(Toriko) Cara estranho vs outro cara estranho

Compilação de algumas de suas animações: link para o vídeo

20) Toshiharu Sugie (杉江 敏治)


-Durante a década de 90 e o início do século XXI prevaleceu sua participação em vários animes mecha. Foi mais ou menos em 2004/2005 que começou a se inserir em outros gêneros com mais afinco, como Naruto, xxxHolic, Darker than Black, Bamboo blade, Casshern Sins e o filme de FMA Brotherhood. Sua maior participação no quesito quantidade de episódios é possivelmente Fairy Tail (N-não é como se as poucas cenas realmente animadas que tinham fossem todas feitas por ele, baka!). Suas participações mais recentes foram na opening de Nobunaga the fool, Hamatora (ep 2) e Sekai Seifuku (ep 2), e também animou certas cenas de Kill la Kill. Esse é difícil de classificar, as animações dele não tem um padrão simples, mas dá pra perceber algumas coisas. Ele parece criar um “ponto de retorno” para onde dois personagens sempre irão impreterivelmente voltar e colidir um com os outros de alguma forma. Também é adepto de cenas em que a personagem se afasta da câmera em ângulo holandês, por vezes girando a câmera como fez em Symphogear.

Cenas específicas:

(Fairy Tail) Erza vs Jellal com linhas de movimento (uma das raras vezes em que FT teve animação)

Observações


-Algo a salientar é que de vez em quando alguns desses caras vão acabar trabalhando juntos por necessidade. Por exemplo, Tanaka animou a abertura do terceiro filme de Madoka (a dancinha, imagino, pela sua característica de animar cabelos) e Kikuta fez uma cena de transformação (como eu havia dito antes). Ebara animou a cena em que as duas protagonistas de Sakura Trick giram de uma sacada para outra e Kikuta também aparece nos créditos. Tanaka, Shikama, Nakamura e Tomioka, todos esses trabalharam em Star Driver (falem o que quiser do anime, mas as batalhas eram espetaculares, um “orgasmo visual”, como diria a tarada da Roberta blood).

-Outro ponto que eu gostaria de acrescentar é que os “key animators” não são o nível mais baixo da staff. Antes deles ainda há os animadores normais que desenham a maior parte das cenas fáceis ou medianas. Em Shingeki por exemplo, eles tinham 40 animadores nos 4 primeiros episódios. Por vezes eles nem aparecem nos créditos do encerramento.

-O salário de um animador não é nada motivante. Os animadores que fazem os storyboards, por exemplo, ganham U$1.87 por quadro, ganhando menos de 1 milhão de ienes anualmente (o que corresponde nesse exato momento a aproximadamente U$12.000). No geral, mesmo os animadores mais competentes ganham pouco mais que isso.

Links úteis:

– Entenda como um anime é feito e qual a função de cada membro da staff (em inglês)
Sakuga wiki em japonês
Sakugabooru, um host de imagens para sakugas