Tsuki ga Kirei #11 – Impressões Semanais

Juro que não faço a  menor ideia de como começar a explicar o que estou sentindo após ver esse 11º episódio. São tantos sentimentos e sensações que não dá para simplesmente colocar em um amontoado de linhas e dizer que está bom… Na verdade, tudo o que quero, é que semana que vem chegue logo para saber o que vai acontecer.

Alguém da Skip na minha vida!

Particularmente, esse episódio serviu para me fazer criar uma enorme dúvida (e expectativa) pelo final. Eu já não sei mais o que quero. Seria bom algo feliz? Ou seria melhor aquele gostinho agridoce, que todos tem tanto medo de sentir após acompanhar essa bela história de romance, que dificilmente aparece em animes?

A resposta para essa pergunta é simples: eu não consigo decidir.

Seria lindo ver o esforço que, não somente o Kotarou, mas também a Akane, demonstraram durante esse episódio, ser retribuído.

Ver eles serem recompensados por todo o estudo, por toda a dedicação que tiveram, tanto para o seu romance, quando para os testes de admissão, acabam sendo bem tentador, mas ainda assim, parece maravilhoso ver tudo terminar de forma amarga. Não é uma mera questão de sadismo, mas sim de algo profundo, de uma bela poesia sobre a vida.

O mundo não é tão conveniente assim, essa coisa de esforço sempre gerar os resultados que você quer, é filosofia shounen, o que não necessariamente signifique que seja verdade… Ok, não precisam entrar em depressão achando que tudo que você fizer na vida não vai dar certo, na verdade, é uma questão bem simples.

Roubando da frase que li nas novels de Zaregoto: “esforço sempre gera coisas boas, mas não necessariamente resultados”

Os esforços dos dois geraram muitas coisas boas, em especial nesse episódio. A Akane conseguiu sua entrada, o drama na família do Kotarou foi superado, e desenvolvido de forma bem positiva.

A mãe dele percebendo o seu esforço, o próprio Kotarou reconhecendo a preocupação da sua mãe com ele, tudo cria uma cena bem bacana em volta de um drama simples, que acaba recompensando tudo aquilo que temos visto.

E claro, isso também vale para todo o resto. Já foram 11 episódios, e em todos eles foi possível acompanhar essa evolução dos protagonistas, algumas mais do Kotarou, porém, ainda assim, tudo o que eles construíram não foi ruim, foram muitas coisas boas, e não seria uma “falha” que destruiria tudo isso.

Como a Ayane disse, ir para mesma escola não significa que os dois iram continuar juntos, assim como ficar longe não significa que eles precisem se separar. Pode parecer anticlimático ele falhar no teste, mas para mim seria um final bem interessante também.

No fundo, qualquer um dos dois finais estaria bom.

Veremos o que o próximo episódio vai resolver. As chances são boas para um happy ending.

 

Nota do autor

 

E você, que nota daria ao episódio?

Nota dos Visitantes
[Total: 178 Média: 4.6]

Extra

E temos um 3º beijo =]

Provavelmente estarei assim no final, só por ter acompanhado o anime.

 

 

 

Marcelo Almeida

Fascinado nessa coisa peculiar conhecida como cultura japonesa, o que por consequência acabou me fazendo criar um vicio em escrever. Adoro anime, mangás e ler/jogar quase tudo.