Guia – Todos os arcos de Sword Art Online

Atualizado em 25/10/2018 

Sword Art Online tem um sistema de arcos/sagas bem “esquisito”, e como já vi muita gente com duvidas sobre esse tópico resolvi fazer um post explicando um pouco sobre cada um dos arcos da Light Novel e Anime.

Versão em vídeo:


Versão escrita:

SAO é uma WebNovel que Reki Kawahara começou a publicar de graça na internet em 2001. Em 2009, quando entrou para editora Dengeki Bunko depois de passar em um concurso com o rascunho de Accel World, o editor dele sugeriu lançar Sword Art Online em formato de Light Novel também.

A Novel virou um sucesso de vendas rapidamente, e em 2012 teve uma adaptação para anime, se tornando um dos maiores hits em termos de animes curtos (25 episódios).

O anime, no entanto, assim como a novel, funciona em um sistema de arcos meio estranho. Sempre mudando de mundo e as vezes até o gênero principal da obra, além de ter diversos spin-offs, um reboot e até animações originais. Nesse post pretendo explicar todos eles.

Aincrad 

Títulos alternativos: Sword Art Online (SAO)

Anime: Primeira temporada, episódio 1 ao 14
Light Novel: Volume 1 e 2
Onde tudo começou. 10.000 jogadores são presos em um jogo chamado Sword Art Online e para sair terão que terminar o jogo, passando por 100 leveis diferentes, cada um com um boss no final. Apresenta vários personagens mas tem como principal foco Kirito (protagonista) e Asuna (heroína principal).

É a menor saga, consiste de apenas um livro e outro complementar com vários histórias extras que aconteceram durante o salto temporal de dois anos que acontece no início do primeiro livro.

Fizemos um reviews da adaptação para anime dessa saga, se quiser ver clique aqui. Ou leia um review compilado de todos os arcos adaptados no anime até agora clicando qui.

Fairy Dance 
Títulos alternativos: Alfheim Online (ALO)

Anime: Primeira temporada, episódio 15 ao 25
Light Novel: Volume 3 e 4
Segunda parte da história, possui dois livros. Kirito conseguiu sair de Sword Art Online mas Asuna e mais alguns players não conseguiram ser libertados. Ele descobre uma figura parecida com a da Asuna presa em um outro mundo virtual chamado Alfheim Online e entra no jogo para confirmar se é realmente a Asuna. Ao mesmo tempo tem que lidar com sua irmã/prima (a nova heroína), a qual costumava não se relacionar bem antes dos eventos do primeiro livro.
Fairy Dance ou ALO, se passa em um mundo diferente do primeiro, aonde se pode usar magia e voar. Existem várias raças diferentes para serem escolhidas, não só a humana, como acontecia no primeiro jogo. A trama é bem simples: resgatar a Asuna.
Apesar de deixar uma pontinha sobre outros mundos online o final ALO fecha bem a primeira parte da história, de modo que alguns até contestaram como haveria uma continuação.

Foi adaptada em 11 episódios na segunda metade da primeira temporada de Sword Art Online.

Fizemos um reviews da adaptação para anime dessa saga, se quiser ver clique aqui. Ou leia um review compilado de todos os arcos adaptados no anime até agora clicando qui.

Extra Edition 

Animação original (não tem nos livros). É uma mistura de recapitulação da primeira temporada através de flahbacks rápidos, somado a um plot de fazer uma quest de dungeon debaixo d’agua com todos os personagens da primeira temporada participando. Isso leva o grupo a descobrir que a irmã do Kirito não sabe nadar devido a um pequeno trauma na infância quando quase se afogou. As garotas então resolvem levar irmã do Kirito para uma piscina com o proposito de a ensinarem a personagem a nadar (aka fanservice). Em suma é uma mistura de recapitulação, fanservice, um pouco de plot e um pouquinho de ação no final.
Como o nome já diz é só um extra e não necessariamente precisa ser assistido para se entender as outras sagas.

Phantom Bullet 
Títulos alternativos: Guns Gale Online (GGO)

Anime: Segunda temporada, episódio 1 ao 14
Light Novel: Volume 5 e 6
Alguns boatos de mortes de players de um MMOFPS de realidade virtual chamado Guns Gale Online resultando em mortes no mundo real começam a circular. Sem provas concretas, Kirito é enviado por um velho conhecido do governo para tentar descobrir alguma coisa sobre o caso. Ao mesmo tempo uma garota chamada Sinon tenta usar esse jogo para curar um trauma do passado.

Phantom Bullet ou GGO tem um foco diferente das outras sagas. Enquanto as outras soavam mais como aventuras, com desenvolvimentos de personagens quase nulos, GGO é o contrário. Apesar do contesto de morte no mundo virtual resultando em morte no mundo real voltar, o foco primário dessa saga é o desenvolvimento de personagem da heroína, Sinon. Kirito também ganha um pequeno desenvolvimento baseado em lembranças do arco Aincrad, que não foram abordadas no primeiro livro.

Em resumo, GGO tem ação igual as outras sagas, mas está mais para “mistério, suspense, ação, sci-fi” do que “aventura, ação, romance” como nas sagas anteriores. Ele também gasta bastante tempo com a parte de desenvolvimento dos personagens, o que o torna um pouco mais lento em algumas partes.

Foi adaptado em 14 episódios na segunda temporada da série, Sword Art Online II.

Fizemos um reviews da adaptação para anime dessa saga, se quiser ver clique aqui. Ou leia um review compilado de todos os arcos adaptados no anime até agora clicando qui.

Caliber 

Anime: Segunda temporada, episódio 15 ao 17
Light Novel: Volume 8
Caliber não é exatamente uma “saga”, é apenas uma história extra do livro 8, que conta como Kirito conseguiu a espada que ele usa no livro 7 (Mothers Rosario). Conta com aproximadamente 120 páginas e foi adaptada em 3 episódios na segunda temporada do anime, Sword Art Online II.Fizemos um reviews da adaptação para anime dessa saga, se quiser ver clique aqui. Ou leia um review compilado de todos os arcos adaptados no anime até agora clicando qui.
Mothers Rosario 
Títulos alternativos: MR ou ALO 2

Anime: Segunda temporada, episódio 18 ao 24
Light Novel: Volume 7
Com apenas um livro (o 7º), Mothers Rosario troca o foco em primeira pessoa do Kirito para a Asuna. A saga inteira é contada do ponto de vista dela. O foco são os problemas dela com sua mãe – que exige que ela troque de escola e largue o namorado (por alguém com uma melhor posição social) para poder se voltar puramente aos estudos e futuramente entrar em uma faculdade de renome – e do caso de uma misteriosa garota do mundo de ALO que consegue derrotar até mesmo o Kirito em uma batalha 1×1. Após lutar contra ela a garota pede a Asuna que se junte a sua Guild e que os ajude a derrotar o boss do andar em que estão parados antes que outra party o faça, sem revelar o motivo da presa ou porque ela não chama outras pessoas para ajudar.

Mothers Rosario é uma saga bem diferente das anteriores. Existe o elemento ação, principalmente na primeira metade, mas na segunda é mais voltado ao drama e slice of life. O climax também não é de ação e não existe “vilão” nessa saga. Quem gosta de histórias bonitas e slice of life deve gostar bastante, mas quem busca ação e aventura pode ficar decepcionado.

Fizemos um reviews da adaptação para anime dessa saga, se quiser ver clique aqui. Ou leia um review compilado de todos os arcos adaptados no anime até agora clicando qui.

Sword Art Online o Filme: Ordinal Scale  

Se passa entre o final da segunda temporada e início da terceira. Embora filmes sejam geralmente originais, esse foi escrito pelo autor e tem desenvolvimentos e informações que complementam bastante o primeiro arco da história. Além disso é muito divertido, com uma quantidade absurda de ação e romance com o casal principal. Bastante recomendado.

Esse filme é uma história original escrita pelo autor da Novel de SAO especialmente para o filme, ela não tem em nenhuma das novels.
Project Alicization (PA)
Títulos alternativos: Underworld (UWO ou UW)

Anime: Terceira temporada, 48 episódios.
Light Novel: Volume 9 ao 18 (arco principal), mais 19 e 20 de histórias extras no mundo de Alicization.

Essa saga acompanha Kirito em um mundo virtual projetado para “cultivar” inteligências artificiais (Underworld). Esse projeto militar é chamado de “Projeto Alicization”.

Spoilers leves abaixo (não tem como explicar esse arco sem contar algumas coisas que acontecem no início).

No início do volume Kirito está decidido a ir estudar nos EUA assim que se formar e pede para a Asuna se ela poderia ir com ele. Enquanto conversam sobre isso, Kirito sofre uma tentativa de assassinato por um ex-membro da guild PK de SAO (o que foi dado como desaparecido em GGO), e acaba sendo levado para uma instalação militar por Kikuosa (agente do governo que apareceu em GGO) para ser tratado por uma nova tecnologia médica que eles possuem no local.
Enquanto tratado ele é posto em um projeto de mundo virtual para criação e maturação de inteligências artificiais. O projeto tinha como objetivo criar uma inteligencia artificial capaz de tomar decisões “humanas” que fugissem ao conjunto de regras que lhes são passadas quando “nascem” nesse mundo. Ou seja, eles queriam uma IA que fosse capaz de ter emoções complexas como os seres humanos, e que essas emoções acabassem os fazendo desobedecer as leis do mundo em que vivem. Até o momento, no entanto, o objetivo não foi alcançado. A máquina de criação de IAs é baseada na que o criador de SAO usou para passar sua mente para internet no primeiro arco. Eles a aprimoraram e usaram em bebes recém nascidos para terem mentes humanas “zeradas” como cobaia (clonar a mente de um adulto gerava problemas).

Esse mundo virtual (Underworld), que lembra a época medieval (com magia), tem uma população de aproximadamente 10.000 IAs (elas se reproduzem e tudo mais como se fossem humanos) e o tempo lá passa 1000 mais rápido que no mundo humano. No mundo real só se passam alguns dias mas para o Kirito – enquanto desacordado por causa do tratamento para o atentado que sofreu – se passam anos. Ele faz amizades, ajuda um amigo a tentar encontrar sua amiga de infância que foi capturada pelo império quando pequena, entra em uma escola de cavaleiros, vai subindo de rank e status na sociedade, e, por fim, entra em conflito com a organização que rege e controla o mundo (algo como uma igreja católica dos tempos medievais).

O mundo e sua cultura vão sendo explorados pouco a pouco e em certo ponto começa uma guerra enorme no mundo virtual e no real, com IAs invadindo o mundo real também (não vou explicar como). Em suma é um arco bem grande que vai escalando no tamanho e consequência dos conflitos. A morte das pessoas daquele mundo é permanente. No caso do Kirito se ele morrer sua história naquele mundo acaba pra ele, porque como o tempo no mundo se passa 1000x mais rápido, quando, e se, ele conseguir voltar, muito tempo já vai ter passado. Em termos de jogo é como se você só tivesse uma chance para vencer, se você morrer “game over”.

Underworld foi criado usando a ferramenta de construção de mundos online usada em Aincrad (primeiro jogo), e por isso compartilha muitas semelhanças com as mecânicas do mesmo, apesar de ter magia também. Só que nele essas mecânicas não são obvias. As pessoas pensam que aquilo é um mundo real, e skills de espada e magia são coisas normais, que existem em seu mundo desde o início. Para a população elas são bençãos/magias dadas pelos deuses para a humanidade (que apenas pessoas treinadas podem usar). Diferente dos outros mundos de SAO nesse você sangra e sente dor quando é ferido também.

Alice (a loira) é a nova heroína do arco, e Eugeo (o loiro), um novo protagonista que divide o tempo de tela com o Kirito. No caso da Alice ela só começa a aparecer mais depois de uns 3 volumes, e apartir dai se torna um dos membros mais importantes do elenco. Ela lembra a Saber de Fate Stay Night em alguns aspectos, e tem inclusive ela imitando a pode clássica da Saber em uma das ilustrações (ilustração acima, direita).

Asuna aparece nesse arco? Sim, ela costuma ganhar de um a dois capítulos por livro mostrando o ponto de vista de quem está no mundo real. É através dela que aparecem todas as explicações sobre a criação desse mundo online, enquanto ela aguarda que o Kirito acorde na base militar. Em determinado momento ela também entra em Underworld (mundo online das IAs) para ajudar o Kirito.

Em teoria esse é pra ser o arco final de SAO e fechar a história com referências a coisas que aconteceram em todos os outros arcos. Se é realmente o arco final ou não ninguém sabe porque o Kawahara (autor do LN) comentou em uma entrevista que só terminou SAO na época para se focar na nova LN que estava escrevendo, Accel World. E questionado se Alicization vai ser mesmo o último arco ele fugiu da pergunta, sem negar ou confirmar.

O maior diferencial desse arco é ter dois protagonistas masculinos (Kirito e Eugeo) e duas femininas (Asuna e Alice). Além disso, pela primeira vez, o mundo é explorado e expandido pouco a pouco, assim como suas mecânicas. Os conflitos vão escalando de lutas pequenas com skills simples até guerras enormes (com direito a muita morte) no final. Se for adaptado para anime vai precisar de pelo menos 2 temporadas de uns 25 episódios para ser totalmente adaptado.

Arco 5 – Unital Ring (UR)

Anime: —

Light Novel: a partir do Volume 21. O arco está em andamento.

Quinto arco.

Na história Kirito, Asuna e Alice acabam envolvidos em um misterioso jogo chamado Unital Ring. O brutal “MMO de sobrevivência” como é conhecido, é um novo mundo onde todos os VRMMOs criados ao longo dos anos pelo programa base de Sword Art Online “The Seed” são fundidos.

SAO Progressive 
Nomes alternativos: SAOP

Anime: Ainda não foi lançado.
Light Novel: Em andamento, com 4 volumes até o momento.Progressive é a primeira saga, Aincrad, contada de forma mais completa. Ao invés de um salto temporal de 2 anos pulando do 1º para o 74º andar, os livros de progressive acompanham Kirito e Asuna passando por todos os andares e bosses de Aincrad. Normalmente estão juntos, e o ponto de vista em primeira pessoa fica alternando entre os dois.
É lançado um livro de Progressive ao ano e até o momento eles ainda estão no 5º andar (após 4 livros).

Curiosidade: Enquanto a LN de Progressive normalmente foca na visão em primeira pessoa do Kirito, e as vezes passa pra visão da Asuna, na adaptação para mangá isso foi invertido. A visão de tudo é feita do ponto de vista da Asuna e Kirito é deixado como personagem secundário, que só as vezes ganha foco em primeira pessoa. A adaptação é bem divertida de ler e a arte é boa, eu recomendo. E quem quiser saber sobre os 8 diferentes mangás de SAO, temos um post falando de todos: clique aqui.

Sword Art Online Girls Ops (spin-off)

Anime: Não tem.
Mangá: Em andamento, com 2 volumes até o momento.

Esse arco foi criado em um mangá original de SAO que foca nas garotas da obra e suas aventuras em Alfheim Online. Quem quiser saber mais sobre ele e os 8 diferentes mangás de SAO, temos um post sobre isso: clique aqui.

SAO Alternative: Guns Gale Online (spin-off)

Anime: Não tem.
Light Novel: Em andamento, com 3 volumes até o momento.

Essa história foi criada por outro autor (de Kino no Tabi) e é apenas supervisionado pelo autor de SAO. Ele foca em novos personagens se aventurando no mundo de Guns Gale Online.

Jogos de Sword Art Online

Sword Art Online Infinite Moment:
Foi lançado em 2013 para PSP. Ele foca em uma realidade alternativa do primeiro jogo de SAO, aonde o jogo continuou depois do andar 75. Ele tem personagens originais com tramas próprias, além dos personagens já conhecidos. É uma mistura de Action RPG com alguns elementos de DateSim, já que o protagonista pode subir seus pontos com as várias heroínas e ter um final com cada uma delas.

Sword Art Online Code Register:
Lançado para Android em 2014 o jogo é um RPG de turnos com algumas animações. Ele tem diversos personagens originais e dezenas de versões dos personagens principais, cada um com atributos diferentes. Ele recebe atualizações mensais. Só está disponível em japonês.

Sword Art Online Hollow Fragment:
Foi lançado em 2014 para PSVita, e depois de um ano foi o jogo mais vendido da Bandai em 2014. Assim como Infinite Moment de 2013, ele foca em uma realidade alternativa do primeiro jogo de SAO, aonde o jogo continuou depois do andar 75. Ele adiciona um novo andar gigantesco, e uma nova personagem que aparece nele, com uma trama própria que guia o personagem a respeito do surgimento desse misterioso andar. O jogo é uma mistura de Action RPG com alguns elementos de DateSim, já que o protagonista pode subir seus pontos com as várias heroínas e ter um final com cada uma delas. Ele tem em japonês e inglês para PSVita, e depois foi relançado para PS4 no final de 2014.

Sword Art Online Lost Song:
Foi lançado em 2015. Ele foca no mundo de Alfheim Online, e adiciona a mecânica de voo. Além dos personagens normais de SAO, ele tem 3 novos personagens originais com tramas próprias. Ele pode ser encontrado em japonês e inglês na PSN, e foi lançado para PS3/PS4/PSVita.

Sword Art Online Hollow Realization:
Com lançamento marcado para 2016, esse jogo vai focar em um novo mundo aberto, criado apartir de um bug no primeiro mundo de SAO depois do Kirito derrotar o chefe do andar 75. Nesse novo mundo os personagens vão evoluir desde o lv1 ao invés de começarem level alto como os jogos anteriores.  O jogo vai ser lançado para PSVita e PS4, e terá versões em inglês e japonês.

Extras:

Linha do tempo de SAO. Quando cada arco acontece e quantos anos se passam. (fonte:wiki)
Avatars do Kirito em cada arco
Heroínas de todos os arcos juntas

Todas as capas dos volumes publicados até agora (menos o 15 porque ele tem um mega spoiler na capa):

Volumes do rebbot SAO Progressive:
Capa do post versão 2:

Relacionado:
Filme de Sword Art Online anunciado
As 8 diferentes adaptações para mangás de Sword Art Online
Adaptação x Original: Diferenças da primeira temporada de Sword Art Online para Light Novel.
Comentários semanais de Sword Art Online 2
Review de Sword Art Online