Sakurada Reset #07 – Impressões Semanais

Sakurada Reset chega ao seu 7º episódio, e nos traz mais uma rodada de mistérios e um pouquinho de plot twist. Nada que realmente faça surgir uma grande empolgação para o próximo episódio, mas ao menos garante uma certa expectativa para o que vai resultar em todo o rolo que se desenvolveu dessa vez.

Começando pela nova personagem. Minhas expectativas sobre ela, até então, têm seguido para um bom caminho. Por mais que a história deixei indícios de que ela vá se juntar ao grupo, ou ao menos perder seu posto como “vilã”, ainda vale a pena esperar algo dela.

Depois da Souma, a segunda com mais carisma.

Personagens com o tipo de passado que ela tem são um pouco clichês, mas funcionam por terem uma base forte. Eu pelo menos gosto bastante quando superam essa barreira de submissão e passam a tomar atitude, chegando até mesmo a mudar seu estilo por completo (por mais que no caso dela, em grande parte, foi por influência do Kei).

Ver um pouco mais do passado do Kei através dela também ajuda a ter um segundo ponto de vista sobre o personagem. O modo como ele a induziu a fazer o “certo”, mostra que depois do caso com a Souma, ele ficou um pouco mais calculista a respeito dos problemas que queria consertar. O que ainda não dá para saber é o que aconteceu para ele repensar melhor esse lado extremo (não que ele tenha deixado de ser).

Mesmo que no final, os resultados pudessem ser considerados como errados.

Além de contribuir para essas pequenas construções, Oka Eri deu uma boa animada nos personagens por conta da sua própria personalidade.

Ela é um pouco irônica e cínica, sem contar que parece ter uma boa consciência do que está acontecendo, mais do que os outros têm, o que força os demais a terem um pouco mais de expressões em relação aos seus planos. Se isso ainda não fosse o suficiente, ela ainda disse o que provavelmente todo mundo tem pensado do Kei, após ver um pouco das loucuras que ele faz.

Rir com: “Muahahaha!”, de certa forma acrescenta carisma para a pessoa, não é?

O Kei parece estar lentamente caminhando de personagem com falta de carisma, para algo próximo a um anti-herói, ou até mesmo um vilão (sem carisma). O que ele disse para Haruki a respeito da habilidades dela (que caso ela deixasse de tê-la, ele não saberia como reagir) me fez pegar uma leve raiva dele.

Tinha todo um papo sobre ele estar fazendo aquilo por ela, para ajudá-la a criar noções de sentimentos, mas agora, a sensação que me deu foi de que ela está ali só para usar os resets, porque é conveniente no momento.

Por sinal, esse comportamento dele faz uma boa referência à metáfora usada no episódio passado.

“Você poderia jogar essa pedra fora, quando ela se tornar uma outra qualquer” – Bruxa.

Deixando os “vacilos” do Kei de lado, temos a parte teórica do episódio. Eu realmente não esperava que o selamento do poder do Sasano tivesse sido um erro de “interpretação”. Pode até ser meio bobo, mas funciona bem para não cair no roteiro de sempre (problema/solução/resolução do problema). Além de adicionar a preparação para algo ainda maior no futuro.

A mulher do seu passado era a tal Bruxa, e por terem informado que ela estava preste a morrer, fica um bom clima para saber o que vai acontecer a seguir. Será que eles estão preparando algo para tirá-la de dentro do Escritório, ou isso faz parte de algo maior, de algum plano para derrubar/levantar o Escritório?

As coisas estavam mais conectas do que pareciam.

Além disso, o poder da Oka Eri ainda continua um tanto quanto misterioso. Foi explicado que ela manipula memórias, mas isso não parece ter ligação com o fato dela estar conseguindo copiar as habilidades de quem atacou.

A melhor explicação seria a de que além de manipular as memórias, ela consegue absorvê-las, assim aprendendo como utilizar os poderes. Mas se for esse o caso, então ela seria quase o MacGuffin em si.

Se o MacGuffin controla todas as habilidades, então conseguir entender todas as habilidades seria o MacGuffin.

Por último, mas não menos importante, temos a situação da Haruki. O que ela parecia tanto se preocupar em evitar, aconteceu. A Oka Eri conseguiu tomar a sua habilidade, e isso me deixou com um pouco de expectativas para o próximo episódio.

Como diabos o Kei vai se virar sem reset? Basicamente os planos dele se baseavam nisso, em usar a Haruki para ir ajeitando as coisas até conseguir o resultado que desejava. Sem a garantia de conseguir voltar no tempo, ele vai ter que lidar com as coisas de um modo bem mais pé no chão.

Eu não estava contando, mas essa foi a primeira vez que ele teve reação a algo de verdade.

Agora, tudo que resta, é esperar para ver como vão fechar o arco. Até então as soluções dos problemas têm sido o ponto forte do mistério (e do anime), vamos ver se conseguem deixar este ainda melhor.

Nota do autor

E você, que nota daria aos episódios?

Nota dos Visitantes
[Total: 61 Média: 3.8]

Extra

O pouquinho mais de Souma.

Foi interessante ver o possível primeiro encontro entre os dois. O fato da imagem ser no mesmo lugar que a tirada pelo Sasano, deixa algumas dicas sobre o envolvimento dela na história, além de apontar um meio de reencontrá-la.

Me deu até um pouco de pena dela.

Mais provável que seja os dois.

Juro que não vou fazer piada com a pronuncia do nome dela.

Marcelo Almeida

Fascinado nessa coisa peculiar conhecida como cultura japonesa, o que por consequência acabou me fazendo criar um vicio em escrever. Adoro anime, mangás e ler/jogar quase tudo.

Você pode gostar...