O que são Light Novels? E Novels x Mangás | Guia completo

O que são, seu conteúdo, seus diferentes gêneros, preços, análise de vendas, adaptação para manga, anime e muito mais [Antigo post atualizado com novos tópicos, dúvidas respondidas e vídeo].


Versão em vídeo:


Versão escrita:

1. O que são Light Novels?

 
A Light Novel (normalmente abreviada de LN) são livros japoneses com foco em adolescentes e jovens adultos. As histórias são escritas em linguagem simples (katakana e hiragana)  e contem muito diálogo, texto esparso e frequentemente narração em primeira pessoa.

Assim como mangas eles são publicados em volumes separados custando em torno de R$ 12 reais cada (mesmo preço de um manga). Ilustrações (variando de 8 a 15 por volume), quase sempre semelhantes às dos mangás japoneses, ajudam a dar vida à narrativa, motivo pelo qual cada volume traz sempre ilustrações coloridas logo no começo. O foco das ilustrações depende muito do gosto do ilustrador e autor de cada obra, assim com o tema central da mesma.

Exemplos como sempre falam melhor do que palavras:

 
A esquerda na cor verde uma LN com padrão de 250 paginas ao lado de algumas LNs de Horizon que chegam a ter volumes com mais de 1000 paginas
Cada volume tem aproximadamente 250 a 300 paginas (existem exceções como a LN de Horizon na imagem acima) e são lançados a cada 3 a 4 meses aproximadamente (existem casos raros aonde o tempo é menor ou maior). Cada volume costuma ter uma história “relativamente” fechada e um final conclusivo (climático). Esse final não necessariamente vai fechar um “arco” da história, que pode levar vários volumes para ser concluído dependendo da obra em questão, mas ele costuma resolver o conflito, questão ou mistério principal que foi levanta no volume.
 
Light Novels são bem pequenas, quase livros de bolso (15 cm x 11cm)
Comparando tamanhos, no topo uma LN e mais em baixo uma Novel (capa prateada) e o manga de Dragon Ball (capa vermelha).

2. Publicação

Light Novels, diferente de mangás, não são publicadas em capítulos curtos semanalmente ou mensalmente na revista de suas editoras, até terem esses capítulos encadernados, como ocorre com mangás. Em vez disso o autor escreve a história completa do volume, e esse é encadernado e vendido. O tempo de publicação de cada volume varia, mas a média mais comum é 3 a 4 meses, podendo variar para mais ou menos.

A maioria das Light Novels que conseguem um sucesso minimo para manterem a publicação tem suas historias concluídas com 10 a 25 volumes na maioria dos casos, sendo 10 o número padrão para slice of lifes/Comédia e 25 o número mais comum para light novels de Aventura/Ação.

3. Gêneros
 
Assim como mangas, temos light novels de todos os tipos e para todos os públicos,  exemplos:
 
Vida Escolar – que pode vir junto a comédia, romance, drama, fanservice e as vezes sobrenatural:

(Covers de Toradora , Sakurasou, Kokoro Connect e Kamisama no Memochou)
Comédias – muitas vezes são slice of life/romance também, mas o foco principal é a comédia: 

(Covers de Baka to Test , Ichizon, Boku wa Tomodachi e Nyaruko-san)
Fantasia/Ação com foco em ecchi e vida escolar:

(Covers de Horizon , Date a Live, High School DxD e Infinite Stratus)

Fantasia/Ação com Ecchi Hardcore (Pesado)

(Shinmai Maou e HxH)


Fantasia/Ação – São ficções/fantasias com foco em aventura/ação – o fanservice é bem raro/escaço nessas LNs:

(Covers de Sword Art Online , Seikon no Blacksmith, Kamisama no Inai e Legend of Legendary Heroes)
Fantasias mais densas – Possuem histórias mais elaboradas e quase ou nenhum fanservice:
  

(Covers de Fate Zero, Baccano, Kara no Kyoukai)
3.1 Capas
 
Capas de Tsukai no Blade Dance – modelo padrão com apenas heroínas na capa
Capas de Sword art Online – modelo dificilmente visto hoje em dia aonde o protagonista quase sempre aparece na capa
A maiorias das capas de Light Novel hoje em dia costuma ter uma ilustração da heroína em uma pose sensual ou “bonitinha”, isso não necessariamente significa que a light novel vai ter foco em fanservice ou coisa do tipo – tratando-se apenas de um padrão adotado pela industria (com intuito de atrair o publico masculino). Algumas ainda fogem um pouco disso como as capas de Sword Art Online que costumam ter sempre o protagonista na capa dividindo espaço com uma heroína ou um personagem masculino. 
 
4. Editoras
 
Existem varias editoras de light novels no Japão. A maior de todas – e que por pouco não tem o monopólio do mercado – é a Dengeki Bunko. Quase todas as light novels bestseller pertencem a ela – como Sword Art Online, Index, Mahouka, Accel World, Oreimo, dentre outras. As outras editoras são bem menores e costumam ter no máximo um ou dois títulos bestseller.

Editora Lançamento Títulos Populares
Dengeki Bunko Todo dia 10 Sword Art Online, Oreimo, Durarara, Sakurasou
MF Bunko J Todo dia 25 ReZero, No Game No Life, Hidan no Aria
Gagaga Bunko Todo dia 18 OreGairu
Fantasia Bunko Todo dia 20 Date a Live, High School DxD
Super Dash Bunko Todo dia 25 Campione, Papa no Iukoto, Book of Bantorra
GA Bunko Todo dia 15 Oreshura, Oda Nobuna, Nyaruko-san
Sneaker Bunko Todo dia 31 Mondaiji

Algumas editoras parecem “obrigar” os autores a seguirem determinadas diretrizes, como a MF Bunko J aonde “quase todas” as light novels tem fanservice e o elemento harem. Digo “obrigar” porque tem varias obras aonde o fanservice parece deslocado, não parecendo que estava nos planos do autor originalmente e acabando mais como um extra do que algo pertinente e constante dentro da história.


Existem Light Novels aonde fanservice é o foco no entanto, como OniAi, Dakara Boku wa, High School DxD, dentre outras. Nessas o fanservice deixa de ser um bônus e passa a ter presença constante, podendo se tornar um dos maiores atrativos da obra para grande parte dos leitores. 
 
5. Venda de Light Novels

 
Vendas de light novel são parecidas com as de manga mas com o diferencial que a produção de uma LN é mais barata (gastasse muito menos tinta devido ao textos esparso e o fato de haverem pouquíssimas ilustrações), apesar de elas custarem o mesmo preço de um manga. Com isso, se um autor conseguir vender aproximadamente 5,000 unidades por volume, a editora dificilmente vai cancelar a obra dele, que por mais que venda pouco, ainda trará lucro.

Mais quanto é um bom valor de vendas ? Vou simplificar com uma tabela:

Vendas de Light Novel (por volume)
Unidades vendidas Classificação
0 – 4.000 Fracasso
4.000 – 6.000 “Se pagando”
6.000 – 30.000 Dando lucro
30.000 – 50.000 Lucrando muito
50.000 – 100.000 Sucesso de vendas
Mais de 100.000 Hit de vendas


Esses são valores aproximados e estimativas que fiz ao longo de anos acompanhando o chart de vendas junto a varias discussões em foruns, não é 100% correto (existem exceções pra tudo afinal) , mas é funcional e dá uma boa base para maioria dos casos.


Os “fracassos” da tabela raramente são vistos por nós, já que os mesmos dificilmente conseguiram entrar em um ranking de vendas – que costuma ter um corte mínimo de 3,000 unidades. Eu especulo que existam uma grande quantidade de novos títulos que fracassam, já que diferente de um manga aonde é preciso saber desenhar, para criar uma light novel só é necessário saber escrever (razoavelmente bem) – um escritor razoável que consiga passar suas ideias no papel já deve ser capaz de ter sua obra publicada (ou pelo menos analisada por uma editora). Claro que não é qualquer um que vai conseguir ter sucesso, e por isso acho que pra cada LN que consegue 10k em vendas no primeiro volume, devem existir 30 que não conseguem nem 2k e acabam canceladas rapidamente.

6. Nível de vendas


 
(Kore wa Zombie Desuka, Seikon no Blacksmith e Chrono Shelled Regios são bons exemplos de Light Novels com vendas medianas variando de 10k a 30k)

Light Novels com média de 10k a 30k costumam ser comuns no ranking, e qualquer coisa acima de 30k já costuma se destacar e conseguir posições no top 5. 

Grande parte das LNs que conseguem uma adaptação para anime tem uma melhora significativa em suas vendas, as vezes mais, as vezes menos. As que vendem 20k costumam subir pra 40k as de 50k para 80, 90k, e por ai vai. 

Existem casos no entanto aonde as vendas quase não mexem. Um exemplo recente é Kamisama no Inai, que mesmo depois de ser adaptado para anime continuou com vendas abaixo de 5k. E se menos de 30k em vendas já é considerado ruim para uma LN já adaptada para anime, imaginem só como uma que não consegue nem passar de 5k é vista. 

(Haruhi e Sword Art Online, as LNs mais bem sucedidas dos últimos 10 anos)

Assim como os fracassos temos os mega sucessos que aparecem de vez em quando. Os maiores exemplos dos últimos anos foram Haruhi e Sword Art Online, ambos quebrando a barreira das 300k unidades por volume, enquanto a maioria dos autores sonha em ter uma LN que venda perto dos 100k.

Por último, pra quem entende um pouco de venda de mangas, pegue as vendas de Light Novels e multiplique por 2x. Com isso você vai ter uma ideia aproximada de quanto aquele número de vendas representa se comparado a um manga,

6.1 Vendas Reais X Vendas Contabilizadas

Existe um fator importante a ser considerado aqui. Diferente do ranking de vendas de BD/DVD da Oricon, quando se trata de LNs e Mangas o número de vendas não consegue ser contabilizado com muita precisão. Isso porque ela conta as vendas online e de lojas que reportam suas vendas a ela. E enquanto isso é bem funcional pra animes, pegando pelo menos 80% das vendas totais, com light novels isso não funciona tão bem, já que existe muita demanda em livrarias que não reportam seus números a Oricon (no caso de animes a maioria das vendas é online, o que facilita a obtenção dos números).

Baseado em noticias e dados sobre SAO, Haruhi e outras LNs, eu diria que o número apresentado pela Oricon é em torno de 60% a 70% do que realmente foi vendido. SAO por exemplo, somava 2,7 milhões de unidades vendidas de acordo com a Oricon quando a editora anunciou que já tinha 6 milhões de exemplares rodando. E mesmo que desses 6 milhões nem todos estivessem vendidos, eu duvido que 3 milhões estivessem sobrando. Acontece coisa semelhante com os mangas, basta olhar os números de Attack on Titan que a Oricon reporta e comparar com os números de mangas impressos que a editora reporta.

Isso tudo é mais uma “curiosidade” do que um fator de real importância, já que não vale a pena ficar pensando no assunto na hora de olhar os rankings de venda, você vai complicar a análise e não vai ganhar nada com isso. 

PS: A tabela que montei na parte de “Vendas de Light Novels” é baseada nos números da Oricon puramente, esse fator das “Vendas Reais X Contabilizadas” é impossível de classificar numa tabela, pois não temos números precisos, só “chutes” e suposições lógicas.
 
7. Adaptações pra Manga  


(cover das adaptações para manga de Hanagai, High School DxD e Fate Zero)
 
Quase toda light novel que consegue vendas moderadas 5k a 10k acaba sendo adaptada para manga, tanto como forma de dar um lucro extra, como de propaganda para atrair mais público para ler a Light Novel. O Manga, afinal, sempre vai estar vários volumes atrás da historia original, e muita gente que gostar do manga vai acabar indo atrás da Light Novel mesmo que não seja um fã de LNs.

Cada volume de light novel costuma ser adaptado em média em 2 volumes de mangá.
 
8. Adaptação para Anime
 
Em geral quase qualquer light novel tem chance de virar anime. As com maiores chances são as mais populares, com vendas de 30k pra cima, mas as vezes a editora vê potencial em obras com vendas de 10k ou menos e essas acabam ganhando um anime mesmo vendendo pouco.
 
O objetivo primário do anime não é vender BD/DVD, ao menos não para a editora. Ela só quer marketing para a Light Novel. Quem quer que o anime venda é a produtora, que pagou pelo anime na esperança de que vire um hit e devolva a ela o investimento com lucro. 

Se ele vender muito BD vai ter grandes chances de ter outras temporadas, se ele não vender muito bem e apenas alavancar as vendas da light novel as chances de uma segunda temporada abaixam bastante, mas ainda é possível. Agora se ele não alavancar as vendas da LN, nem vender BDs, dificilmente ele vai conseguir outra temporada.

8.1. Brindes

Diferente de BD/DVDs de anime, Light Novels dificilmente contem brindes, quando acontece, são light novels que já tiveram adaptação para anime. Elas podem ter edições especiais que vão vir junto com OVAs. Mas isso nem mesmo é considerar um brinde dado que o preço dessa LN com OVA vai custar o mesmo que uma OVA isolada (uns 70 reais) ao invés do preço padrão de uma LN (em torno de 12 reais). Se parar pra pensar é mais lógico dizer que a OVA vem com a LN de brinde do que o contrário.

9. Quanto custa uma Light Novel?

No Brasil de 15 a 25 reais.

Nos EUA de 9 a 15 dólares.

No Japão de 6 a 7 dólares.

10. Novel x Light Novel
 
Essa distinção do que é Novel e o que é Light Novel deveria ser simples, mas com o tempo acabou ficando muito confuso. Por padrão a definição mais aceita é:

SAO em formato Bunkobon (15 x 11 cm) em cima e Monogatari em Tankabon (18 x 13 cm) em baixo
Light Novels por base tem o formato Bunkobon (medida de tamanho), uma linguagem mais simples, não usa de quase nenhum Kanji e contem diversas ilustrações (8 a 15).
 
Novels tem o formato Tankabon (medida de tamanho) e usam de muitos Kanjis, sendo normalmente direcionadas a um público mais adulto e muitas vezes “não otakus”, tanto que muitas Novels lembram livros normais como Crónicas do Gelo e Fogo, O Código Da Vince, ect. Apesar de “as vezes” terem capas coloridas, elas não costumam ter figuras de manga no meio das paginas, e quando tem não costuma ser nada parecido com o que se vê em mangas.

(Cover da Novel “Biblia Koshodou no Jiken Techou”)
Dito isso existem algumas exceções que causam confusões, Biblia Koshodou no Jiken Techou por exemplo é publicado em formato Bunkonon, praticamente não tem ilustrações, usa de Kanjis complicados e tem como foco “não otakus”. Ela é sem duvida alguma uma Novel, mas sai no formato Bunkobon, normalmente usado pra Light Novels. 

Outro exemplo de exceção é a Monogatari Series. Os livros praticamente não contem figuras, sai no formato Tankabon e o autor usa de Kanjis a vontade. Ainda assim ela tem a classificação de light novel na capa e seu público alvo são otakus.

Ilustrações de Bakemonogatari vol 2 (esse modelo exemplifica bem como são as ilustrações de uma Novel em comparação a um a light novel)

Não bastante tem Novels que mudam de classificação e viram Light Novels, como foi o caso de Another.
 
No fim das contas, seguir as regras dos primeiros 3 parágrafos desse bloco na classificação desses livros ainda é indicado, mas tenha em mente que você encontrara exceções mais complicadas de serem classificadas de vez em quando.

11. O que são Web Novels?

Web Novels são novels publicadas online de graça por autores amadores. Com o tempo algumas ganham tamanha popularidade que as editoras tomam interesse, compram o direito a obra, contratam o autor e começam a publicar a web novel em formato de Light Novel.

Exemplos famosos disso são Sword Art Online, Re:Zero e Mahouka.

12. Aonde Ler

Não da para comparar o número de fansubs de light novels com o de mangas, a diferença é absurda. Mas existem alguns lugares aonde se pode achar um bom número de títulos, principalmente para quem tem um inglês intermediário ou avançado:

Baka-Tsuki – tem um acervo grande de light novels traduzidas ou sendo traduzidas para inglês. Caso tenha um inglês intermediário pra cima recomendo fortemente esse site. 
Nana Desu Translations – Projeto grande que distribui as publicações de tradução em diversos sites.
Light Novel Project –  Possui algumas Light Novels traduzidas para português.
13. Aonde comprar Light Novels?

No Brasil:
NewPop – Possui um acervo bem pequeno, mas tem novels como No Game No Life, Fate Zero e Log Horizon. Comprem para incentivar eles a trazerem mais.

Nos EUA (em inglês):
Amazon – Tem um acervo bem grande de novels em inglês a preços de 9 a 10 dólares.

BookDepository – Tem o mesmo acervo da Amazon, mas tem a vantagem de frete grátis para o mundo todo e não taxar seus livros (a Amazon faz isso sei lá porque). 

Japão (tem que saber Japonês):
AmazonJp – tem o maior e mais atualizado acervo, obviamente. O preço é o mais em conta com 6 a 7 dólares por novel e o frete não é muito salgado. 20 novels dá um frete de 15 dólares por exemplo. Comprar uma só, no entanto, não vale a pena.

Livros não podem ser taxados na alfandega, então podem importar quantos quiserem.

É isso, espero que esse guia seja útil para quem ainda não conhecia light novels ou para quem sabia pouco sobre as assunto.

Extras:

Colecionar os volumes da LN de Horizon deve exigir muito espaço XD

Recomendação:
– Ranking semanal de vendas de Light Novels
– Review da Light Novel “Madan no Ou to Vanadis”
 Imoutolover – site com varias informações e posts a respeito de light novels, tem inclusive mini reviews de varias obras.

Log: Post de 2013 atualizado em 2016/06

 

Você pode gostar...

  • Pericles alves berto

    eu comprei a novel do another e estou lendo agora, mas eu demorei um tempo para perceber que ele não é um light novel pois não possui nenhuma página com ilustração, mesmo assim eu estou achando a estória muito legal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

  • analu21

    Essa NewPOP é confiável mesmo?? Quero muito comprar alguns mangas e novels ^^

  • Hanma

    gostei muito do post, me ajudou muito já que estava com dúvidas

  • A. Souza

    “EscaSSo” possui dois s’s, só uma dica! kkk’ Contudo, post excelente como sempre!

  • Se possível um dia marco retorne os coments desta postagem também ela tem muita história.