5 Animes de Super Heróis | IntoxiList 11

Super Heróis entraram na moda em 2015, então finalmente deu pra fazer uma lista de animes focados no gênero.

Esse é um IntoxiList, uma coluna de curiosidades do Intoxianime. Diferente de Tops de melhores animes, essa coluna não tem teor crítico ou mesmo são indicações, eu apenas comento os temas do anime com algum humor sarcástico (não se ofendam).

Nesse IntoxiList eu vou listar 5 animes focados em super heróis. A ordem é por data, do anime mais antigo ao mais novo.

Dito isso, vamos a lista:

5 Animes de Super Heróis

Versão em vídeo:

 

Versão escrita (são muito similares, a versão escrita é o script que crio para o vídeo, que fica mais engraçado, obviamente):

5. Tiger & Bunny (2011)
Adaptação de Mangá
Gênero: Ação, Comédia, Roupas de CG decentes
Episódios: 25
Em um mundo aonde as empresas foram espertas o bastante para descobrir que é melhor patrocinar super heróis em vez de atletas, e até criar um programa de TV que monitora suas atividades diariamente os dando pontos por seus feitos (quase um big brother de heróis). Acompanhamos Wild Tiger, um super herói Senior com um poder inconveniente que deixa ele com super habilidades por apenas 5 minutos – que ele obviamente desperdiça batendo papo com bandidos, porque isso é algo que com certeza um super herói com anos de experiencia faria….
Não perca 25 episódios dele e de seu companheiro narcisista tentando derrotar vilões de formas burras, apanhando, resolvendo questões familiares, apanhando mais, tendo reflexões, e apanhando ( porque alguém patrocina eles mesmo?), até chegarmos ao final com uma resolução clichê que você já estava esperando desde a metade do show. Mas quem liga, só vimos tudo para descobrir se o protagonista iria ficar com a única super herói do sexo feminino com boa aparência do show. O que eu não vou contar se aconteceu ou não porque seria spoiler.

 

4. Samurai Flamenco (2013)
Adaptação de Mangá
Gênero: Ação, Plágio, Nonsense, Twists nonsense
Episódios: 24
Review e nota do anime: AquiEm Samurai Flamenco, também conhecido como Samumenco – ou aquele anime escrito pelo roteirista mais drogado da história da animação -, seguimos um homem sem poderes que deseja se tornar um super herói. E parece achar que o caminho mais curto pra isso é apanhando bastante de bandidos, se vestindo com uma roupa vergonha alheia e se auto proclamando Samurai Flamenco. Não perca 8 episódios dele apanhando e usando utensílios de combate ao crime inspirados em material escolar, em uma trama tão copiada de Kick Ass que tem até uma Hit Girl (que assim como em Kick Ass é bem mais legal que o protagonista, só pra constar).

Mas por que eu falei só 8 episódios? Bem, deve ter ocorrido uma reclamação de plagio no meio do show, o roteirista entrou em depressão e começou a se drogar com coisas pesadas enquanto escrevia o resto da história. Porque depois do fatídico episódio 8 temos power rangers, megazords, aliens, vilões tirados de shows ruins da década de 80 e mais todo tipo de show que eles puderam plagiar.

A trama fica tão fumada, mas tão fumada que eu não recomendo esse anime para pessoas de psicológico fraco, que podem perder sua sanidade antes de conseguirem terminar esse treco. Ou então vão começar a espremer seu cérebro tentando inventar interpretações subjetivas viajadas para tudo aquilo – mas todos sabemos que foram só as drogas afetando o roteirista, parem de se enganar!

3. Concrete Revolutio (2015)
Anime Original
Gênero: Ação, Nonsense, Roteiro bagunçado, 1 tema por episódio
Episódios: 12 (+ 1 temporada)

Em outro animes de Super Heróis fumados – porque parece que os japoneses não conseguem levar a ideia de super heróis a sério -, vemos uma organização que monitora a atividade de super heróis e entidades sobrenaturais na terra. O protagonista é um membro dessa organização, e é facilmente identificado, porque tem um cabelo rosa, CABELO ROSA, que tipo de autor coloca seu protagonista parecendo um punk e……espera…..deixa pra lá.
Acompanhe essa história, aonde cada episódio com história solta quer achar que está trabalhando uma mensagem diferente, quando tudo que você vai pensar é “cadê o diabo do enredo central desse treco?”. Não perca mais um exemplo da excentricidade dos japas no uso de cores e nonsense visual, com esse anime que deixou muita gente confusa no episódio 1, sem saber o que é presente, passado ou futuro, ou mesmo o que diabos estava acontecendo (dica, eu já fiz um IntoxiList explicando isso). Ah sim, se você busca romance, existe um pouco, mas……bem, melhor deixar vocês descobrirem por si mesmos.
 
2. One Punch Man (2015)
Adaptação de Manga
Gênero: Ação, Paródia, Comédia, Boa Animação, Trilha Sonora Épica, Fujoshis estragando tudo
Episódios: 12 (+ um bando de OVAS…..)
Review e nota do anime: AquiUm dos animes de maior sucesso de 2015, nele acompanhamos um Super Herói entediado por ter ficado forte demais, a ponto de derrotar todos os super vilões com um soco (tipo Mahouka, só que esse é engraçado).

Mas sua vida chata começa a ficar mais interessante quando ele encontra um Ciborgue que vai protagonizar as cenas de ação mais legais que você já viu em animes em muito tempo, tirando o fato que ele perde todas elas no final. Não esqueçamos também dos outros personagens, o cara que ficou pelado e fez seus olhos sangrarem, o cara que deve estar falando fino até hoje, a garota que você fica tentando descobrir se usa ou não roupas de baixo, e o Alien parodiado de Dragon Ball Z. Tem mais, mas só esses me deixaram uma impressão…..

Não perca esse anime que está mais para uma comédia, mas que você vai gostar mesmo é das lindas cenas de ação, com uma animação, trilha sonora e coreografias 10x mais bem feitas que quase todos os animes de ação sérios que você já viu. Mas cuidado ao procurar wallpapers da internet, algumas mulheres viram nesse anime o que o olho humano normal não é capaz, e de suas fantasias surgiram fanarts que você vai desejar não ter visto!

1. My Hero Academia (2016)
 Adaptação de mangá
Gênero: Ação, Superação, Positivismo, Anabolizantes
Episódios: 13Nesse anime japonês que mais parece um cartoon americano pelo design, acompanhamos um garoto chorão que quer ser um super herói, mas não pode, porque nasceu sem poderes (ele nunca ouviu falar do Batman? Homem de Ferro? Qual é autor!?). Mas não temam, esse problema é resolvido em 2 episódios, ou um capítulo do mangá, e final feliz. Ou não, a história continua com o garoto indo para uma escola de Super Heróis, para aprender a usar seu poder masoquista que quebra todo seu corpo, pelo menos até evoluir seu nível de masoquismo e aprender a quebrar uma parte por vez – porque assim a dor dura mais…..

Não perca o protagonista que em breve vai morrer desidratado de tanto suar pelos olhos, e seu professor (também masoquista, que sorri de prazer enquanto sangra), roubando a cena no clímax final da primeira temporada. Além de ser um sacana, que nunca dá para seu pupilo o anabolizante de cavalo concentrado que ele usa para ficar saindo de uma forma de palito para um monstro em poucos segundos. Quer dizer? Ou aquilo é um poder diferente? Porque o protagonista nunca inchou usando os poderes normais……..questões…..

Ah sim, tem outros personagens, obviamente,  tipo o garoto quente e frio, o que quer ser um herói mas tem um comportamento de anti-herói rival do protagonista (não, não esse), vilões que falam em matar mas não matem nem uma mosca, e a garota Sapo, que eu só lembro por causa dessa fanart, demonstrando como seria Boku no Hero se fosse um anime ecchi (será que isso conta como zoofilia?).

Lembrando que a lista é por data de lançamento, não preferencia. Mas meu preferido dela é One Punch.

E vocês? Conhecem mais animes de super heróis? Comentem 
(lembro de mais uns 4 de cabeça, mas devem ter bem mais).

Relacionado:

Você pode gostar...