Qual a ordem para assistir os animes de Fate? | Guia de Fate

Me perguntam direto por onde começar o anime de Fate Stay Night. Tem um bando de animes, cada um com nome diferente, então, para quem não conhece absolutamente nada da franquia, entendo que pode ser algo bem confuso.

Abaixo segue um guia básico de Fate. Primeiro apresentei a franquia brevemente e depois dei opções de ordem para assistir.

Versão em vídeo:


Fate Stay Night

Visual Novel, um jogo baseado em imagens estáticas com escolhas ao longo da história que podem te levar a finais diferentes. Fate Stay Night foi lançada em 2004. Possui 3 rotas diferentes, cada uma delas lhe permitindo terminar e aprender mais sobre uma das 3 heroínas.

Em cada uma delas a história procede de forma diferente, e você também aprende coisas diferentes que você não sabia na rota anterior. Uma das dificuldades em adaptar Fate é inclusive o fato de que as rotas tem uma ordem, e em cada nova rota eles levam em conta que você já sabe informações importantes que foram passadas na rota anterior.

As rotas são: Fate Stay Night (foca na Saber), Unlimited Blade Works (foca no Shirou e na Rin), Heavens Feel (foca na Sakura). Todas possuem histórias que começam parecidas mas ficam bem diferentes conforme vão avançando.

Em 2005 foi lançado uma continuação para o primeiro jogo, intitulado Fate/Hollow Ataraxia.

Spin-offs e derivados

Após a visual novel foram criados diversos jogos da franquia, com o mais popular sendo o recente Fate Grand Order para Android, que tem boas chances de ganhar um anime no futuro. Dos jogos não citados ai em cima tem também “Fate/Extella” para PS4 e “Fate/Unlimited Codes” de PS2.

Várias Light Novels e Mangás baseados no universo da franquia também foram criados. Incluindo o já adaptado para anime Fate/Zero e Fate Illya.

A franquia foi adaptada para mangá também, e tem mangás originais como Fate Prisma Illya, que foca na personagem Illya em um universo alternativo de Fate.

Adaptações

Fate Stay Night (2006): A visual novel recebeu a primeira adaptação para anime em 2006, adaptando a primeira rota, conhecida como Fate Stay Night. Misturaram alguns elementos das outras 2 rotas, mas a maior parte é da primeira rota, aonde o romance é com a Saber.

Fate Unlimited Blade Works (Filme): Em 2010 saiu um filme adaptando a segunda rota, chamada Unlimited Blade Works. Esse filme necessitava da série de TV de 2006 para se entender o que estava acontecendo, pois ele quase não tinha explicações.

Fate Stay Night Reproduction (2010): Recap de 2 horas do anime de 2006.

Fate/Zero (2011/12): Adaptada a Light Novel Fate/Zero para anime em 2 partes (split cour). A novel contava a história da guerra anterior a que acontece no primeiro jogo da franquia. O autor pegou os dados mencionados na visual novel, algumas informações com o autor, e o resto veio de sua imaginação. É uma história que pode ser vista sem a necessidade de ver qualquer outro anime da série, vale dizer, mesmo que funcione como um prelúdio.

Fate/Kaleid Liner Prisma Illya (2013): Baseado em um mangá com história original. Ele pega vários elementos da franquia mas cria um mundo original, com sistema de cartas e poderes mágicos próprios. A protagonista é a personagem Illya, que não tem uma rota no jogo original. Tem bastante paródia e referencias a série principal, então embora possa ser visto isoladamente, é ideal ver pelo menos uma série de Fate antes. Ele tem 4 temporadas, que se chamam Fate Illya (S1), Fate Illya 2wei! (S2), Fate Illya 2wei! Herz (S3) e Fate Illya 3rei! (S4)

Fate Stay Night Unlimited Blade Works (2014): Reboot da segunda rota de Fate, dessa vez em um anime para TV de 26 episódios, dividido em duas partes. Tem uma OVA extra com final alternativo também chamada “Sunny Day”.

Fate Stay Night Heavens Feel (2017): Em 2017 vai sair o primeiro filme adaptando a terceira rota do jogo, Heavens Feel, que se foca na heroína Sakura. Será um trilogia de filmes.

Fate Apocrypha: Adapta uma coleção de novels que se passa em um universo paralelo de Fate, então pode ser assistido sem ter visto nenhum outro anime de Fate antes.

Fate Grand Order: Adaptação do jogo de Smartphone de Fate, pode ser visto sem conhecimento algum da franquia, ou ter assistido outros Fates.

Fate Extra: Foi anunciado a adaptação de um antigo jogo de PSP de Fate chamado Fate:Extra. O jogo, como qualquer spin-off de Fate, é uma história isolada, então não se faz obrigatório ver nenhum anime da franquia antes dele.

Mais então, qual a ordem correta para assistir Fate?

Opção 1: Data de lançamento

Assista pela ordem que os animes foram sendo lançados, ao menos assim o choque da animação ruim do de 2006 com os atuais vai ser menor. Seria Fate Stay Night (2006) -> Fate/Zero (2012) -> Fate Stay Night Unlimited Blade Works -> Fate Heavens Feel (2017) -> Spin-offs em qualquer ordem (Fate Illya, Fate Apocrypha, Fate Grand Order e Fate Extra)

E o filme de Unlimited Blade Works de 2010? Pode assistir depois para comparar com a série de 2014. Ele é bem mais resumido e não explicam nada, mas o romance nele funciona melhor, por incrível que pareça. De tudo de Fate é o único que é totalmente dispensável, já que a versão de 2014 é bem mais completa.

Opção 2: Ordem cronológica

Ordem cronológica da história. Fate/Zero (2012) -> Fate Stay Night (2006) -> Fate Stay Night Unlimited Blade Works -> Fate Heavens Feel (2017) -> Spin-offs em qualquer ordem (Fate Illya, Fate Apocrypha, Fate Grand Order e Fate Extra)

Opção 3: Tanto faz!

Assista em qualquer ordem, todas as versões, tirando o filme de 2010, explicam razoavelmente seu plot. Então ver um antes do outro não vai fazer diferença. Só o spin-off de Fate Illya que vai perder um pouco da graça em algumas partes e referências se você tentar assistir ele antes do resto, mas não é nada grave, pode ver primeiro também se quiser.

Minha recomendação? Opção 1. Se não aguentar ver o de 2006 inteiro, pule para o próximo.

Extra

De bônus fica a menção a um anime chamado Carnival Phantasm. É uma paródia de 3 obras da Type Moon. Tem ver ao menos 1 anime para entender as piadas (apesar do ideal nesse caso é ter jogado as visual novels mesmo, já que precisa de conhecimento sobre Heavens Feel em algumas partes).
Ter assistido Tsukihime ou jogado a Visual Novel se faz necessário se quiser entender quase todas as piadas. A maioria são de Fate, depois Tsukihime e depois de uma outra obra. Ele tem 12 episódios de 15 min.

Você pode gostar...